Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de setembro de 2021
×
Gente de Opinião

Léo Ladeia

'Fui na reunião de um candidato a vereador de olho no Dydyo...' - Por Léo Ladeia


Leo Ladeia

FRASE DE HOJE:

'Fui na reunião de um candidato a vereador de olho no Dydyo...' - Por Léo Ladeia - Gente de Opinião

“Já estamos nos avizinhando do terreno perigoso de delírios totalitários. Me parece que estão possuídos de um tipo de teoria absolutista de combate ao crime a qualquer preço". - Ministro Gilmar Mendes chutando o pau da barraca e enquandrando o MPF.   

01-Pesos e contrapesos

'Fui na reunião de um candidato a vereador de olho no Dydyo...' - Por Léo Ladeia - Gente de OpiniãoO salário de um juiz brasileiro não pode ser maior que R$ 33.763, mas sempre se pode dar um jeito nisso. Um estudo de Nelson Marconi da FGV mostra que o caminho das pedras está na mão do próprio juiz. Em Minas um desembargador ganha em média R$ 56 mil por mês líquido, São Paulo R$ 52 mil, Rio R$ 38 mil, sempre por conta de uma vitamina que engorda o porquinho: o adicional legal fruto da interpretação dada pelo judiciário ou seja juiz que é beneficiário. E mais: ao aumentar o salário básico do judiciário um gatilho aciona aumentos os outros níveis desde o STF até o menor município do país. É legal, mas é indecente e precisa ser revisto.

02-Ruído na comunicação I

Gente de OpiniãoA Veja mandou na capa e os “capas” mandaram na Veja. E o que fez Veja senão cumprir o papel de imprensa divulgando a notícia que tinha em mãos? E o que devem fazer os “capas” a não ser investigar os fatos e dar ciência, até por uma questão de respeito ao seu ministro? Pelo que do caso parece ser um daqueles vazamentos das conversas preliminares de uma delação e não a própria, mas tem cheiro de arroz queimado, apesar da própria revista explicitar que o ministro fez o pagamento da tal obra contratada. Acredito que Isso ainda vai dar pano pra mangas.

03-Ruído na comunicação II

Gente de OpiniãoMas além do arroz fedeu carbureto mesmo no fim da tarde de ontem quando saiu uma notícia de que o Dr Janot da PGR teria suspendido a negociação para o acordo de delação premiada de Léo Pinheiro. Janot teria se irritado com o vazamento e pendurou a goteira e não a infiltração na casa do ministro Toffoli na conta do Leo Pinheiro e outros executivos da OAS que estariam pressionando a PGR sabe-se lá como a aceitar a delação segundo interesses dos investigados. Entendo a irritação, mas não a solução de interromper a negociação. Não há nexo visível.

04-Ruído na comunicação III

Gente de OpiniãoPerguntas: Leo Pinheiro já havia feito uma pre-delação envolvendo o ministro? Quando? Em caso positivo a PGR investigou o fato? Não creio, mas indago: estaria a PGR ao fechar a conversa com o Léo tentando proteger o ministro Toffoli? O vazamento foi efetivamente feito por Leo ou pode ter sido feito por outras pessoas? Se positivo quem? Claro que a reação do Dr Janot dá sinais de que o imbróglio foi gestado e parido na OAS através do Leo Pinheiro e seus executivos. A quem intere$$a a matéria da Veja? Seria uma tentativa de emparedar a PGR e a LavaJato?

05-Ruído na comunicação IV

Gente de OpiniãoApenas para guardar o novelo de lã que teima em caçar o gato traquinas. Se por acaso o nome de outro ministro do Supremo for citado, o que fará o Procurador da República, Dr. Janot? Já se sabe o que ele fez neste caso, mas indago, ainda que não vá receber sequer o olhar benevolente de um “cabeça gorda”: não seria o caso de se retirarem fatos pertinentes aos detentores de foro privilegiados na delação e usar o que sobra, sem precisar bloquear todo o processo? Este caso está mais sucinto e empolgante que discurso do Suplicy com apartes do Paulo Paim. Aaara sô! 

06-Delação remunerada

Gente de OpiniãoA ideia tem toda chance de não dar certo e por óbvio não dará. A Comissão Especial da Câmara que analisa medidas de combate à corrupção quer criar o “informante do bem” para incentivar e proteger quem denuncia a corrupção com recompensa em dinheiro. A iniciativa tem apoio do Ministério da Justiça, que defende uma premiação entre 1% e 5% do recuperado e proteção ao informante que não pode ser demitido por exemplo. Não gosto. Fede a macarthismo. Dinheiro não forma cidadãos. A cultura do valor moral se forma com tempo, educação, leis e exemplos.  

07-Pesquisas (umas & outras)

Gente de OpiniãoAs pesquisas oficiais de institutos renomados já apontam os nomes dos ungidos pelo povo para o sufrágio (arre égua!). Na Bahia onde o PT defenestrou o carlismo de ACM, em plena ditadura do acarajé o vento mudou e o neo-carlismo está de volta. Em São Paulo uma espécie de neo-petismo com Marta no PMDB roubando os votos da Haddad tem tudo para ser nascer morto e enterrado com o rival PSDB de João Dória e a (finalmente?) a vitória Celso Russomano que tem a desenvoltura comprovada de cavalo paraguaio. Aqui é “chose de locque”. Pesquisas internas tiram o sono de muita gente, mas deixam um “bode de bicheira” de alma lavada. É esperar.   

08-Financiamento (uns & outros)

Gente de OpiniãoEnquanto se vive o dissenso sobre o tipo de financiamento de campanha eleitoral, - vai haver ou não o caixa dois? – os candidatos encaram a burocracia. O Brasil real, travado, com um sistema de leis e burocracia feitos para moer o pobre diabo, se encontra a cada dois anos com o país do faz de conta. A urna eletrônica exemplo de tecnologia bate de frente com a parafernália de leis e normas mutantes. Primeira semana de campanha em todo Brasil e sites que irão arrecadar as doações online de eleitores não funciona. Cartões de crédito passam longe do rolo. Sobram TED, boleto bancário ou DOC que não cumprem todos os pré-requisitos do TSE. Para validar a doação é preciso o jamegão do doador no recibo. Acho que o caixa 2, 3, 4... vão bombar nesta eleição.

09-Check-in pro outro lado

Gente de OpiniãoElke Maravilha, Carlinhos Neves, Vander Lee, Quin, Geneton Morais, Goulart de Andrade... Pô logo agora que está melhorando vocês resolveram “ir brincar de outra coisa” (frase da Elke sobre morte)? Enquanto isso algumas almas sebosas ficam por aqui confirmando o velho ditado: vaso ruim não quebra. (...Nem deixa o cargo, nem la boquita, nem de roubar, mentir, enganar e de fazer a gente de trouxa, de ferrar com a gente...). É soda como diria o fábio Falomão...


 

10-Zé de Nana e a campanha de vereadores.

'Fui na reunião de um candidato a vereador de olho no Dydyo...' - Por Léo Ladeia - Gente de Opinião

“Fui na reunião de um candidato a vereador de olho no Dydyo, salgadinho e algum pro buzão. Deu zebra. O homi chegou numa Biz véia com duas tubaínas e umas 20 mini pizzas. Sou honesto. Pra esse eu não vendo meu voto nem a pau. Se for eleito vai roubar mais que os outros”. 

[email protected]

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Léo Ladeia

Política & Murupi - Amanhã o sete de setembro se anuncia como algo estranho

Política & Murupi - Amanhã o sete de setembro se anuncia como algo estranho

Vivemos tempos estranhos. Sou do tempo em que as escolas públicas e as poucos particulares que existiam preparavam as suas fanfarras e tinham orgulh

Política & Murupi - A Câmara Federal aprovou mudanças no imposto de renda para empresas e pessoas físicas

Política & Murupi - A Câmara Federal aprovou mudanças no imposto de renda para empresas e pessoas físicas

A Câmara Federal aprovou mudanças no imposto de renda para empresas e pessoas físicas e antes mesmo da aprovação pelo Senado as cabas começaram a es

Política & Murupi - A cada canetada e o direito de ir e vir ou de exprimir-se também se vai e a boiada

Política & Murupi - A cada canetada e o direito de ir e vir ou de exprimir-se também se vai e a boiada

Enquanto assistimos as bravatas de alguns detentores de mandatos que são concedidos – acreditem! – pelo povo através do voto livre, ainda que obriga

Política & Murupi - Um fim de mundo só nosso, bem brasileiro, ao som de samba suor e cerveja como soe

Política & Murupi - Um fim de mundo só nosso, bem brasileiro, ao som de samba suor e cerveja como soe

Depois de uma semana de folga volto à lide e precisamente fechando agosto, o mês do cachorro louco, que se dizia desde o início seria o mês de um fi