Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Léo Ladeia

FHC puxando a orelha dos seus pupilos


FHC puxando a orelha dos seus pupilos - Gente de Opinião

Frase de hoje:

Como um partido
pode pedir impeachment
antes de ter um fato concreto?
Não pode!

FHC puxando a orelha dos seus pupilos

1-Cabra marcado

O nome é Márcio Macedo, ex-deputado federal de Sergipe e se tudo continuar nessa toada, é candidato a se enrolar nalgum inquérito envolvendo a captação de recursos em breve. Marcio acaba de ser guindado a tesoureiro do PT, mas chega noutro momento. É que o PT decidiu que dindin empresarial é pecado mortal e não pode entrar no cofre "... naquilo que nós controlamos que são os diretórios do PT, não mais receberemos doações. A maneira como isso vai se dar vai ser feita em junho”, diz Rui Falcão. Marcio pelo jeito acredita. E eu creio que o próximo natal será, acho, talvez, quem sabe, antes do carnaval. Ou não...

2-Modus operandi

Para quem não sabe, alguns iluminadas cabeças que deixarem o serviço público no Planalto, descobriram um filão: assessoria empresarial. Negócio seguro, secreto, lucrativo, com aura de ciência, legal e melhor que engordar boi “de a meia”. Uma palestra aqui, um conselho ali, um telefonema e nada de contrato de papel passado. Tudo de boca. Dinheiro na mão, nota fiscal cobrindo a doação, a parte do leão e o dinheiro lavado e passado no balcão. Como não pensaram nisso antes? Acredite: foi pensado e feito. Porém, com grana demais para repartir, os aloprados enfiaram o pé na jaca e a PF pegou. E Márcio crê na salvação!

3-Frisson

Fedeu carbureto. Contam as víboras que egos da área da justiça estão em rota de colisão e na briga da maré com o rochedo, a mariscada que caiu na rede do juiz Moro e dos ninjas federais, em lugar de virar moqueca como se espera, podem se sentar à mesa e degustar o banquete de camarões, polvos, lagostas, ostras, sururus e até – sorry – lulas. Aliás, a maré entre o Procurador da República – Dr Janot – e os ninjas da PF é só ressaca. Jogar futevôlei, frescobol ou até encarar um chopp no mesmo boteco, nem pensar. 

4-Caveira de burro

Vem aí, depois de um longo e tenebroso inverno burocrático, o esgoto de Porto Velho e de cara se ligue nos detalhes: Rede: não atende nem metade da cidade. Início: por ora é só licitação. Prazo: 50 meses ou mais de 2 anos para o término da obral. Contratação: RDC o que é bom. Evita aditivos, paralisações e a obra sai mais rápido. Devoto de São Tomé, quedo-me contrito em oração, mas com o charuto, galinha e o marufu pra levar pro véio. “E si disinterraru a cavêra de burro na Caula e infiaro no cano disgoto, mizifi do Banzeiro? Humm... O véi tá discunfiado, mas se eles faiz e o véi disfaiz. O véi sabe mizifi. Hummm...”

5-OAB, feijão e folia

FHC puxando a orelha dos seus pupilos - Gente de Opinião

FHC puxando a orelha dos seus pupilos - Gente de Opinião

Na impecável festa de reinauguração do Clube dos Advogados, teve de tudo: muita gente, música, feijão, folia e numa concorrida festa, não poderia faltar conversa sobre política da própria OAB e política geral. O papo rolou solto e registro dentre todos os convidados as cabeças coroadas do Alto Madeira Luiz e Euro Tourinho, Ciro Pinheiro transbordando felicidade Lurdinha Cavalcante ao lado de sua mãe, Dona Inácia orgulhosa com o sucesso merecido do neto Dr. Andrey Cavalcante, o anfitrião . Éraste dona Inácia. Éraste!  CLIQUE AQUI E VEJA MAIS FOTOS. 

FHC puxando a orelha dos seus pupilos - Gente de Opinião

FHC puxando a orelha dos seus pupilos - Gente de Opinião

FHC puxando a orelha dos seus pupilos - Gente de Opinião

6-Machadinho do Oeste

Quando todos os olhos se voltavam para Guajará Mirim cuja saúde pública está em frangalhos, a cidade de Machadinho do Oeste correu por fora vai disputar o título de precariedade municipal com aquela. A coisa está tão feia que a Secretária de Saúde de Machadinho praticamente jogou a toalha num desabafo, público triste e constrangedor. Conselho: chame os órgãos de controle, mostre tudo e peça demissão secretária. Ficar no cargo é tornar-se alvo fixo para futuras ações da justiça. Ou sai agora, ou vai depois.

7-Guajará Mirim

A visita era tão somente para confirmar o descalabro em que se encontra a saúde pública de Guajará, mas como tudo que está ruim pode piorar, piorou. Além da falta de remédios baratos, mas indispensáveis  e do excessivo estoque de outros caros e de utilização prescindível, pintaram causos de arrepiar como o do acidente com um carro da Prefeitura. Para recuperar o veículo na moita, roubaram o motor de um trator que seria vendido para pagar o conserto sem que conta fosse descoberta. Pronto. Contei. E agora José?

8-Índio quer apito

Domingão, 19 de abril, dia do índio e salvo raras exceções como o cidadão Almir Surui, esses brasileiros nada têm para comemorar. A data foi criada por Getúlio Vargas depois do Primeiro Congresso Indigenista Interamericano realizado em 1940 no México, mas tem pouco a ver com nossos irmãos da mata. Carentes de tudo - do feijão ao sonho - e tutelados por incompetentes, o presente de mais valia que poderiam ter nesse dia seriam os velhos apitos. É que sem canais oficiais para serem ouvidos, um “apitaço” funciona.

9-Driblando o alemão

Não que isso vá alterar o rumo da minha vida, mas sem nada por fazer entrei numas de lembrar coisas e as perguntassem respostas surgem. Sabe o dinheiro achado num sítio em Candeias? O causo se deu em abril de 2010 e até hoje, necas. Outro: em março de 2013 foram abduzidos do almoxarifado Seduc, 200 televisores, 46 notebooks e 3 centrais de ar de 36 mil BTUs. Quer mais? Quanto já veio ou quanto falta vir de grana para atender os desabrigados da “cheia histórica”? No “Ghost Park” da Expovel ainda tem gente em barracas imundas. Usar a memória diminui o risco de contrair Alzheimer. Estou cuidando da saúde.

10-Um coió os vices e os suplentes

Goulart, Sarney, Maciel, Cahúla, Airton, Dalto, só para ficar nesses aqui. Fico a matutar sobre essa figura cara como joia rara e dispensável com um aerofólio num Fiat 147. Miro os suplentes e vejo-os como os perdedores premiados. Tantos anos, enganos, custos, inutilidade e nossa insistência. Coisa de coió.                 

[email protected]

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Léo Ladeia

Política & Murupi - Quando o patrão manda abrir a porteira é porque a boiada foi vendida e o dono já é outro

Política & Murupi - Quando o patrão manda abrir a porteira é porque a boiada foi vendida e o dono já é outro

Recomendo vigorosamente àqueles que gostam das entranhas da vida partidária a leitura do livro “COMO MORREM AS DEMOCRACIAS”, um mergulho profundo no

Política & Murupi - Não, o Brasil do pobre faminto não é uma invenção da pandemia e não nasceu hoje

Política & Murupi - Não, o Brasil do pobre faminto não é uma invenção da pandemia e não nasceu hoje

As reportagens sobre pessoas em busca de restos de comida no lixo ou comprando ossos estão proliferando pelas TVS e redes de internet como algo novo

Política & Murupi - Quando tentei entender como funciona o “face”

Política & Murupi - Quando tentei entender como funciona o “face”

Começo com a frase muito difundida no mundo cibernético: se você acha que é um cliente que recebe um produto de graça via internet, acredite: você é

Política & Murupi - O setor da construção civil fechou maio com 2,43 milhões de trabalhadores com carteira assinada

Política & Murupi - O setor da construção civil fechou maio com 2,43 milhões de trabalhadores com carteira assinada

Disse o presidente da poderosa CBIC-Câmara Brasileira da Construção Civil que o setor está operando “como se fosse uma Ferrari andando com o freio d