Porto Velho (RO) domingo, 26 de maio de 2019
×
Gente de Opinião

Léo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia


 FRASE DE HOJE:

"Está em jogo é populismo. O tipo de discurso que chega agora dos Estados Unidos encoraja o populismo e até o extremismo".– François Hollande, presidente da França.

01-Túmulos caiados

O brasileiro só percebeu que estava numa errada quando a inflação voltou, o desemprego chegou e a voz das ruas roncou. Mas os loucos continuavam pregando Bolsa Família, Prouni, FIES, Minha Casa Minha Vida, Transposição do São Francisco, Pre-Sal, Frota Naval, Copa, Olimpíada, etc. Além de roubar, deixar roubar havia propina nestes e noutros tantos programas. Desoneração, redução da conta de luz e gasolina e a eficiente campanha publicitária camuflavam a visão, enquanto nos túmulos os cadáveres apodreciam. A casa dava sinais de que iria cair. E efetivamente caiu.

02-Esqueletos vagam entre nós

A conta de luz explodiu com bandeiras coloridas, em todas as bandeiras dos postos de gasolina do país o aumento do diesel se encarregou de levar a inflação aos lares, a inadimplência atracou-se ao foguete dos juros altos, falta de crédito geral e até a Pátria Educadora, vê-se agora, era só mais um lema, filho parido por um marqueteiro e adotado por “madame mãe dos pobres”. A perversão econômica que nos trouxe aqui tem detalhes sinistros. Ao reduzir a conta de luz do consumidor ou burro de carga, o governo apenas afrouxou a cangalha. A conta ficou para pagamento futuro às transmissoras de energia e agora vem mais carga no lombo do burro. Vem aí o aumento no “talão de luz” que financiou o “gópi eleitoral” do PT para reeleger o poste de luz. A paulada é 9%. 

03-“É nóis mano”

Gente de Opinião

Não importa o que ainda poderá ocorrer de bom – e se ocorrer – durante o mandato tampão de Temer: o país recuou mais de uma década em infraestrutura, planejamento, economia, educação, regulação de contratos e mercado, empregabilidade, sistema prisional, reformas estruturantes, relações internacionais, organização administrativa, relação inter-poderes, etc. Para qualquer lado o que se vê é assustador. O desmonte do estado oficial para instalação do estado partidário com a farsa ideológica do “é nóis” está cobrando um preço alto e sentido bem mais pelas camadas de menores posses. O sonho de consumo incensado por Lula e sua trupe acabou e a nação desperta para a certeza de que sucesso depende do trabalho e não da falácia de um grupo de aloprados.

04-Um foragido a bordo de uma Lamborghini

Difícil crer, mas até jogadores de futebol como Ronaldo, Neimar, Ronaldinho, duplas de cantores sertanejos, donos de bancos ou empreiteiras foram ultrapassados em dinheiro, poder e fama por um brasileiro com jeito de alemão que inventou o “moto perpétuo econômico”. Ideia na cabeça, um “X” como marca na cadeia de empresas tipo “castelo de cartas” e o mundo se dobrou a Eike Batista, o mineiro que a Forbes apontou como 7º homem mais rico do mundo em 2014. Enrolado com a “tchurma do é nóis”, Eike virou foragido da Lava Jato e com Moro na cola. Não tem jeito!

05-Assim falou Zar-agnol

Depois de um oportuno recolhimento provocado pela desastrada entrevista em que espinafrou o Lula – não que tivesse sido imerecida – o messiânico procurador Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa do Ministério Público Federal, disse que as delações dos executivos da Odebrecht devem dobrar o número de investigados dla Lava Jato, pela PF. "A colaboração da Odebrecht e de vários de seus executivos aportará provas que podem continuar em Curitiba, mas que provavelmente se espalharão pelo Brasil como filhos da investigação". Os 77 executivos que optaram pela delação prestaram quase 1.000 depoimentos, já em fase final de homologação e devem ter o sigilo extinto nos próximos dias, mesmo com a morte do relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki. De minha parte eu quero é ver mais gente na roda e a justiça – não o justiçamento – sendo feita!

06-Guerra perdida I

Um levantamento do Departamento Nacional Penitenciário revela que os crimes mais recorrentes registrados no País são tráfico de drogas com 27% e roubo com 21%. Considerando que em 2005 a prisão por tráfico era 14%, significa dizer que o país falha no combate ao tráfico e aí a discussão desce para outro círculo do inferno de Dante. É mais fácil aplicar pena alternativa na “tchurma da marofa” que engrossar a repressão na fronteira. Perdemos parte da nossa juventude para a droga nas grandes cidades e vamos virar o paraíso dos traficantes de armas e drogas. O debate é outro.

Coluna do Leo Ladeia - Gente de Opinião

07-Guerra perdida II

Dados do Conselho Nacional de Justiça revelam que há 564.198 mandados de prisão aguardando cumprimento no país o que supera as 376.669 vagas oficiais nos presídios, segundo o Depen. Aqui surge outro dbate: Criar 50% de vagas com novos presídios ou reduzir de qualquer jeito o número presos. Claro que a pena alternativa cabe como uma luva. Adequação imediata sem a necessidade de investir em ressocialização prisional e/ou investir na prevenção criminal. Traduzindo, a guerra está perdida. Paramos de prender e iremos conviver com as mazelas de sempre e sem freio.  


 

08-Tragicomédia em dois atos

Em Ariquemes o prefeito Thiago Flores encarou um imbróglio do antecessor que havia retirado de sala de aula livros didáticos que abordam a diversidade sexual e o fez com Coluna do Leo Ladeia - Gente de Opiniãobase Coluna do Leo Ladeia - Gente de Opiniãono anseio popular e depois de ouvir os pais. Cabas irromperam as redes sociais e o polêmico deputado Jean Wyllys que no perfil se jacta de ter vencido uma edição do BBB, subiu nas tamancas e cantou Babalu em falsete. Rasgar ou proibir livros é “a treva”. Impor ou tentar impor um estilo de comportamento, idem. De minha parte prego a tolerância, cuja inicial, não por acaso é, parte da sigla LGBTS como o travesti - nem homem e nem mulher - ou o que foi sem nunca ter sido. Um saco! Ou não...


 

09-Apenas para saber

Não que isto vá mudar substancialmente o rumo da minha vida, mas é que no Brasil da Lava Jato e da Justiça oficial - existem outras, inclusive as dos presídios com tribunais, juízes e sentenças -a transparência tem que estar acima das minhas preocupações e ações dos agentes públicos. Eike Batista, ídolo de muita gente famosa, inclusive da madame que presidiu o Brasil, teve a sua prisão decretada no dia 13 de janeiro. Os mandados entretanto só foram para a Polícia Federal no dia 25 de janeiro e o ídolo de madame se pirulitou todo alegre e faceiro no dia 24 de janeiro. E aí véio?

10-Zé de Nana e a queda do avião

“Cocaína mais cara in USA. Trump faz o muro e o Xicano truca”. Chuuuupa! Aliás: cheeeeeira!” 

leoladeia@hotmail.com

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Léo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia

  FRASE DE HOJE: "O juiz não pode perder a capacidade de julgar, para condenar ou absolver".– Ministro Teori Zavascki. 01-Driblando a crise Os mercadi

Coluna do Leo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia

  FRASE DE HOJE: "A Lava-Jato tem gerado expectativas e uma onda de  consequências. O Tribunal está desafiado a dar uma solução que  ultrapasse qualqu

Não basta dizer que é vereador. É preciso ler, se envolver no processo, dominar o tema e atentar para o que assina - Por Léo Ladeia

Não basta dizer que é vereador. É preciso ler, se envolver no processo, dominar o tema e atentar para o que assina - Por Léo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia FRASE DE HOJE: "Se cuidem, porque se eu voltar para ser candidato a presidente da República é para fazer mais do que fizemos"– Lu

Coluna do Leo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia

  FRASE DE HOJE: "O Brasil perdeu a sensibilidade para o absurdo.” – José Padilha, cineasta.      01- Mapa da violência no Brasil I Levantamento efetu