Porto Velho (RO) segunda-feira, 25 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Hiram Reis e Silva

Esgualepado!!!


Esgualepado!!! - Gente de Opinião 

Hiram Reis e Silva, Bagé, RS, 28 de fevereiro de 2016.

Os gaúchos usam o termo “Esgualepado” para caracterizar um vivente ou qualquer animal que se encontra muito mal, seja física, mental ou psicologicamente.  

Por vezes o destino nos apresenta difíceis obstáculos que minam nossa coragem arrastando-nos pelos obscuros e complicados labirintos do desânimo. A desesperança invade nosso ser, a vida perde seu encanto e nuvens pesadas e escuras toldam um horizonte que se nos parece cada vez mais distante. Nestas horas, volvo os olhos para aquilo que construí em um passado próximo ou para os exemplos dignificantes de homens e mulheres que, no distante pretérito, fizeram a diferença na história da humanidade. Engarupado na memória busco uma coragem que já tive ou um vigor que gostaria de ter tido e declamo várias vezes a poesia do grande poeta do Império Britânico Rudyard Kipling até sentir-me melhor.

Se

(Rudyard Kipling)

Se és capaz de sofrer a dor de ver mudadas,

em armadilhas as verdades que disseste

E as coisas, por que deste a vida estraçalhadas,

e refazê-las com o bem pouco que te reste. (...)

De forçar coração, nervos, músculos, tudo,

a dar seja o que for que neles ainda existe.

E a persistir assim quando, exausto, contudo,

resta a vontade em ti, que ainda te ordena: Persiste!

Nas minhas jornadas aquáticas enfrentei sem temor terríveis ciclones, procelas inclementes, cansaço e dor angustiantes, fome e sede pavorosas, friagem e canícula medonhas, rancorosa inveja e falta de apoio sem sentido. Como seria bom que meu dia-a-dia pudesse, também, ser enfrentado apenas com minha férrea vontade e muita audácia.

 Fonte:

(*) Hiram Reis e Silva é Canoeiro, Coronel de Engenharia, Analista de Sistemas, Professor, Palestrante, Historiador, Escritor e Colunista;

Membro do 4° Grupamento de Engenharia do Comando Militar do Sul (CMS)

Ex-Professor do Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA);

Ex-Pesquisador do Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx);

Presidente da Sociedade de Amigos da Amazônia Brasileira (SAMBRAS);

Presidente do Instituto dos Docentes do Magistério Militar – RS (IDMM - RS);

Sócio Correspondente da Academia de Letras do Estado de Rondônia (ACLER)

Membro da Academia de História Militar Terrestre do Brasil – RS (AHIMTB – RS);

Membro do Instituto de História e Tradições do Rio Grande do Sul (IHTRGS);

Colaborador Emérito da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG).

Colaborador Emérito da Liga de Defesa Nacional (LDN).

E-mail: hiramrsilva@gmail.com;

Blog: desafiandooriomar.blogspot.com.br

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Hiram Reis e Silva

Os Waimiri-Atroari – Parte VIII - Fariseus da Comissão da Mentira

Os Waimiri-Atroari – Parte VIII - Fariseus da Comissão da Mentira

Florianópolis, SC, 11.03.2019 Ainda que eu testifico de mim mesmo, o meu testemunho é verdadeiro, porque sei de onde vim, e para onde vou; mas vós n

Os Waimiri-Atroari – Parte VII - Raimundo Pereira da Silva

Os Waimiri-Atroari – Parte VII - Raimundo Pereira da Silva

Ele informa como o desaparecimento de muitos índios se relacionava diretamente com a atuação do batalhão:

Os Waimiri-Atroari – Parte V - Novos Massacres

Os Waimiri-Atroari – Parte V - Novos Massacres

No massacre do Posto Abonarí II, morreram o sertanista Gilberto e dois outros companheiros.

Os Waimiri-Atroari – Parte V - Sertanista Apoena Meireles

Os Waimiri-Atroari – Parte V - Sertanista Apoena Meireles

Florianópolis, SC, 11.03.2019 Jornal do Commercio, n° 21.812Manaus, AM ‒ Sábado, 22.03.1975 Expedição de Apoena Segue Para Contatos com os Atro