Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

O PDT abriu sábado em Ariquemes uma série de encontros regionais em Rondônia


Duração: 7 minutos e 27 segundos | Visualizações: 29

Ruralistas antenados
Com os preparativos da 7ª Rondônia Rural Show, a exemplo de outras mostras da agropecuária realizadas pelo país, a previsão mais certeira é que muitos candidatos comparecerão levando claques tentando se inserir nos eventos como parte deles. Neste ano, por onde já andaram como borboletas tentando beber nos olhos das tartarugas, os presidenciáveis no geral ficaram ilhados entre assessores e claques.

Há candidatos que pensam nos agropecuaristas como animais encurralados passíveis de manipular com discursos. Candidato bem cotado nas pesquisas, tipo que nunca plantou um simples feijão, alheio às urgências do campo, mas ávido para ganhar o apoio dos agropecuaristas, passou vexame recentemente no Show Rural Coopavel (no Paraná) por não entender o que os ruralistas diziam.

Passou o tempo em que o Jeca Tatu, criado por Monteiro Lobato para simbolizar o camponês ingênuo e crédulo, caía nas lorotas contadas pelos “doutores”. A realidade do campo, hoje, é estar informado sobre o que acontece no mercado internacional.

Para esse novo ruralista, antenado com o mundo, a ciência e a técnica, as borboletas que revoam atrás de votos nas feiras e exposições agropecuárias têm vida curta, limitadas ao prazo das campanhas eleitorais.




 
Em Ariquemes
O PDT abriu sábado em Ariquemes uma série de encontros regionais no estado, com a presença do senador Acir Gurgacz virtual candidato ao governo pelo partido e do ex-prefeito de Ji-Paraná Jesualdo Pires pré-candidato do PDT ao Senado. As principais lideranças regionais se fizeram presentes enfatizando a unidade da legenda e das alianças formadas para a eleição de outubro.


O desemprego
A falta de postos de trabalho continua enorme em Porto Velho. Como consequência centenas de pessoas estão se atirando ao mercado informal, trabalhando como camelôs de roupas, eletrônicos, ou como vendedores de frutas, ambulantes de café da manhã – e de até marmitex pelas praças  - que se multiplicaram pelas ruas da capital nos últimos meses. A coisa esta preta.

Inocentado
Sabe daquelas fitas gravadas falando em chantagem ao governador Confúcio Moura e que rendeu tanta confusão? No encontro do MDB, o governador inocentou Maurão de Carvalho de recente entrevero, conforme realese do partido. “Ele sempre me ajudou”, disse. E a nominata a Câmara dos Deputados foi reforçada com a irmã de Confúcio, Claudia Moura.

A obrigatoriedade
As entidades representativas dos jornalistas voltaram à carga na Câmara dos Deputados pedindo a votação imediata da Proposta de Emenda Constitucional-PEC que restabelece a obrigatoriedade do diploma para o exercício da profissão. A luta se estende há quase uma década e agora a categoria colocou o presidente da Câmara Rodrigo Maia na parede.

Afunilando
Com muitas candidaturas de presidenciáveis ficando pelo meio do caminho, casos de Lula inelegível, Temer se tocando finalmente que não dá para ele, Luciano Huck fora, Joaquim Barbosa desistindo, a disputa vai se afunilando e a peleja que já chegou contar com 22 nomes cogitados já caiu pela metade. A lista deve ser reduzida mais ainda com as composições em andamento.

Via Direta
*** Com encontro estadual em Porto Velho, o MDB deu as largada para as eleições 2018 *** Maurão de Carvalho foi ratificado candidato ao governo pelo partido e anunciadas as nominatas ao Senado e demais cargos eletivos *** Pimenta de Rondônia (PSOL), que se destacou em debates na peleja a prefeitura da capital, começa a se articular para disputar o CPA em outubro *** A nova direção Caerd já começou a quitar os salários atrasados na empresa desde janeiro.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

A expansão do narcotráfico - Por Carlos Sperança

A expansão do narcotráfico - Por Carlos Sperança

“A fronteira é nossa”. Essa apropriação de dísticos nacionalistas como “O petróleo é nosso” e “A Amazônia é nossa”, assinada em pichação de tapume em

Larga urrando! Por Carlos Sperança

Larga urrando! Por Carlos Sperança

O respeito a democraciaEmbora a legislação tenha favorecido com financiamento e tempo de TV as siglas visadas pela Lava Jato, no modelo “estancar a sa

Rocha x Expedito - Por Carlos Sperança

Rocha x Expedito - Por Carlos Sperança

As bancadas 4B Mesmo que a legislação eleitoral feita a caráter para privilegiar os caciques partidários e os candidatos ricos tenha conseguido parcia

PEIA A VISTA – Por Carlos Sperança

PEIA A VISTA – Por Carlos Sperança

Os rigores climáticosNão é novidade ou surpresa que a época seja de estiagem, mas as autoridades já mostram preocupação com a rapidez dos efeitos nega