Porto Velho (RO) quarta-feira, 17 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Encontros regionais - Por Carlos Sperança


A Copa da Morte
Desde que se tem notícia da espécie humana, ela foi responsável pelo desaparecimento de 83% dos mamíferos selvagens e metade das plantas, segundo pesquisa da Universidade de Nova Jersey e Instituto Weizmann.

Em meaculpa científico, esclarecidos exemplares dessa mesma espécie, atuando no Projeto Providence, do Instituto Mamirauá, criaram uma rede de sensores na floresta amazônica, pondo a tecnologia a serviço da conservação da fauna regional.

Sistema pioneiro de monitoramento da biodiversidade distribuído pelos 3,5 milhões de hectares das grandes reservas Mamirauá e Amanã, será uma expiação do velho pecado da humanidade contra as demais espécies.

Um dos mamíferos ameaçados, aliás, é o próprio homem. Uma equipe de pesquisadores brasileiros e espanhóis suspeita que as comunidades indígenas e ribeirinhas que vivem em áreas próximas a usinas hidrelétricas na Amazônia estejam expostas a altos níveis de mercúrio.

A suspeita consta de estudo feito no âmbito da Universidade Federal do Pará. Com a exploração do ouro, o “efeito zumbi” contamina os rios e se aloja em peixes que vão à mesa dos consumidores. Como se estivesse jogando uma “copa da morte”, o mercúrio dribla longa e teimosamente a defesa imunológica até atacar o cérebro humano.
 

Novos municípios
Mesmo com um déficit publico de R$ 159 bilhões no orçamento federal, avançou no Congresso Nacional o projeto de lei que abre espaço para a criação de centenas de novos municípios no País. Em todo ano de eleição o jogo é de apoio a emancipação de distritos, mesmo sem as exigências demográficas e econômicas necessárias para tanto. Passada a eleição os políticos somem...

As conspirações
Os últimos dias têm sido dedicados a conspirações contra determinados candidatos ao governo de Rondônia para tirá-los do páreo e se armar, a partir desta situação, uma grande aliança que atenda aos interesses de tantos grupos políticos mancomunados. Com o punhal da traição afiado, os inconfidentes se reúnem até a calada da noite para projetar seus intentos.

Nas paradas
Mesmo condenado, o vereador e ex-deputado Zequinha Araujo, conhecido também como o dançarino da impunidade, garante através das mídias sociais que não saiu do páreo na peleja da Assembléia Legislativa. Era um dos nomes mais cotados devido a sua grande estrutura de entidades beneficentes em Porto Velho e Candeias, mas com a condenação recente pode enfrentar dificuldades para registrar a candidatura.

Encontros regionais
Amanhã, dia 9, em diferentes regiões do estado, os partidos seguem seus calendários de encontros regionais. O PDT, de Acir Gurgacz, em Nova Mamoré, o PR de Luis Claudio em Porto Velho. Os Democratas de Bianco, Folador e Marcos Rogério em Ariquemes. O PT de Lazinho da Fetagro e Fátima Cleide não confirmou o encontro em Ji-Paraná.

Eleições 2018

Por falar das convenções partidárias, que a partir deste ano serão realizadas de 20 de julho a 10 de agosto, teremos muitas surpresas nesta reta final de candidaturas. Muitos postulantes aos cargos eletivos (de governador a deputado estadual) poderão ficar fora pelas pendências eleitorais na justiça, outros devido a composições de última hora ou vitimas do punhal da traição. Haverá choro e ranger de dentes...

Via Direta
*** O prefeito Hildon Chaves (PSDB) lançou um pacote de obras para ações de limpeza, pavimentação e encascaslhamento *** Com tudo isto, pretende recuperar a popularidade perdida durante a estação das chuvas *** Muitas obras federais e estaduais paradas em Rondônia por falta de contrapartidas *** O governo estadual e as prefeituras se queixam da falta de recursos *** Vem aí mais candidatos ao Senado e ao governo de Rondônia... 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

O efeito manada - Por Carlos Sperança

O efeito manada - Por Carlos Sperança

A lição das árvoresSó o Rio Negro possui mais volume do que toda a água doce da Europa, afirma a ciência geográfica. Nada como a exuberância da nature

A onda Bolsonaro, se assemelha a onda Lula - Por Carlos Sperança

A onda Bolsonaro, se assemelha a onda Lula - Por Carlos Sperança

Os narizes tapadosO ódio é desumano, mas é difícil exigir do sofrido povo brasileiro que não sinta raiva de ter um país tão rico devendo quase o taman

A expansão do narcotráfico - Por Carlos Sperança

A expansão do narcotráfico - Por Carlos Sperança

“A fronteira é nossa”. Essa apropriação de dísticos nacionalistas como “O petróleo é nosso” e “A Amazônia é nossa”, assinada em pichação de tapume em

Larga urrando! Por Carlos Sperança

Larga urrando! Por Carlos Sperança

O respeito a democraciaEmbora a legislação tenha favorecido com financiamento e tempo de TV as siglas visadas pela Lava Jato, no modelo “estancar a sa