Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Alex Palitot faz discurso duro contra a gestão tucana na capital - Câmara de Veradores de Porto e a raposa no galinheiro


Alex Palitot faz discurso duro contra a gestão tucana na capital - Câmara de Veradores de  Porto e a raposa no galinheiro - Gente de Opinião

Com amplas vertentes

Há um imenso campo de expansão para o turismo amazônico, como bem demonstram o projeto Museu na Floresta, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e as perspectivas de uma ótima comemoração dos 40 anos da Festa do Guaraná de Maués.

Muitos outros exemplos podem ser citados, menos os apelos catastrofistas do tipo “visite a Amazônia antes que ela acabe”. Mesmo porque até depois de acabar há atrações que permanecem como as ruínas do Hotel Ariaú, em seu tempo o maior hotel de selva do Brasil.

Notícia recente e alvissareira é o projeto de uma corrida com carros off-road elétricos na Floresta Amazônica, idealizada por Alejandro Agag, CEO da Fórmula E. Lançado há pouco em Londres, em meio a grande expectativa pela tática de chamar a atenção para regiões que desafiam estimulam o imaginário, o projeto será conhecido como Extreme E.

Composto por cinco eventos – na Amazônia, Polo Norte, Himalaia, em um deserto e uma das ilhas afetadas pelo aumento do nível do mar –, o Extreme E nasce sob a presidência do brasileiro Gil de Ferran, diretor da equipe de Fórmula 1 da McLaren e conhecido por vencer a Fórmula 3 inglesa. Em automobilismo ou em turismo, todas as opções valem.

...............................................

Ainda a BR 319

Fora do plano de rodovias e ferrovias do atual governo federal, a reconstrução da BR 319, que liga Porto velho a Manaus teve mais um capitulo recheado de embrômaichans na última terça feira em Brasília. Governadores e parlamentares da Amazônia foram ao Ministério da Infraestrutura exigir do ministro Tarcisio Gomes de Freitas decisão política a respeito desta importante bandeira.

Custo de R$ 1 bi

Estima-se que a reconstrução da BR 319 custe cerca de R$ 1 bilhão para o erário federal. Sendo reiniciadas agora, os estudos de licenças ambientais se prolongariam pelo menos dois anos e ao todo, se houvesse uma opção política, a obra demandaria 4 anos para ser concluída. Ainda demora, mesmo com o Ibama pulando cirandinha com os governantes atuais.

Baita disposição

Já no primeiro dia de atividades na Câmara Federal, os parlamentares apresentaram mais de 300 projetos e formaram o colégio de lideres dos partidos com assento naquela Casa de Leis. Constatei a ausência de deputados da bancada amazônica, a maioria dos lideres partidários são do Nordeste, de Minas e de São Paulo. Goiás também teve participação expressiva. Rondônia nem passou perto.

Discurso crítico

Num discurso duro contra a gestão tucana na capital, o vereador Alex Palitot (PTB) fez uma prestação de contas a população, na tribuna da Câmara de Vereadores. Citando figuras históricas da política rondoniense, como o prefeito Chiquilito Erse e o governador  Teixeirão, o edil elencou entre outros problemas 7 mil quilômetros de estradas vicinais danificadas prejudicando o escoamento da produção rural.

Raposa no galinheiro

A gestão de Edwilson Negreiros (PSB) começou mal na presidência da Câmara de Vereadores de Porto Velho. Ainda no seu primeiro ato contratou o ex-vereador e ex-deputado estadual ficha suja Flávio Lemos para controlar o orçamento da casa de leis. A medida já configurou má intenção com relação ao erário, já que instalou uma raposa para tomar conta do galinheiro.

Via Direta

*** Seguem os trabalhos do Plano Diretor de Porto Velho com audiência programada para o dia 19, no Teatro Banzeiros *** A questão dos transportes coletivos agravada pelo inicio das aulas e as reivindicações não resolvidas dos penitenciários continuam perturbando a capital ***O Plano Anticrime anunciado pelo ministro Sérgio Mouro agradou em cheio os rondonienses *** Afinal, o crime organizado estendeu seus tentáculos até para a política em Rondônia. É coisa de louco!

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Cenário de lendas - Asfixiar o narcotráfico - Antros perdulários - A disputa de pontos de venda de drogas

Cenário de lendas - Asfixiar o narcotráfico - Antros perdulários - A disputa de pontos de venda de drogas

Cenário de lendasNo romance Las tres mitades de Ino Moxo y otros brujos de la Amazonía, o peruano Cesar Calvo apresenta uma região de mistérios em qu

Mãe Joana nos serviços de transportes coletivos - Cheias no Madeira - Rondônia é tratada como colônia sulista

Mãe Joana nos serviços de transportes coletivos - Cheias no Madeira - Rondônia é tratada como colônia sulista

Cheias no Madeira As impressionantes cheias do Rio Madeira não são castigos divinos ou de uma natureza insensível ao sofrimento humano. Como é possí

Coisas se ajeitando para os corruptos e fantasmas - Toma lá, dá cá! - As dificuldades de Jair Bolsonaro

Coisas se ajeitando para os corruptos e fantasmas - Toma lá, dá cá! - As dificuldades de Jair Bolsonaro

A desertificação avançaA intenção do reality show é levar o olhar do espectador ao que acontece em determinado local. Sem destoar desse propósito, o

O alinhamento de Marcos Rocha e ALE - Hildo articulado com a bancada federal - Pobres mãezinhas das autoridades

O alinhamento de Marcos Rocha e ALE - Hildo articulado com a bancada federal - Pobres mãezinhas das autoridades

Festival Pan-AmazônicoO desmantelamento do incentivo cultural da Petrobras coloca produtores e artistas na obrigação de procurar outras fontes de fi