Porto Velho (RO) domingo, 19 de setembro de 2021
×
Gente de Opinião

Turismo

Simpatia É Quase Amor comemora 33 carnavais em Ipanema



Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil*

Gente de Opinião

Bloco mais tradcional da zona sul carioca, o Simpatia é Quase Amor comemora 33 carnavais e se espraia em IpanemaFernando Maia/RioTur

“Alô burguesia de Ipanema!” Hoje (26) foi dia do Simpatia É Quase Amor, que fez homenagem ao centenário do samba no desfile em Ipanema, zona sul do Rio de Janeiro, e marcou o 33º aniversário do bloco.

Com público estimado em 100 mil pessoas, o Simpa, como é carinhosamente apelidado, é um dos blocos mais tradicionais da cidade, e integra o Sebastiana, Associação Independente dos Blocos de Carnaval de Rua da Zona Sul, Santa Teresa e Centro da Cidade de São Sebastião.

A rainha da bateria, Michele Pinheiro, desfila com o Simpa há 12 anos, sambando no meio dos ritmistas, e diz que sempre se emociona. “É sempre um prazer maravilhoso; é uma energia única! Essa galera é maravilhosa, acompanha o ritmo dessa bateria, é bom demais. É só alegria, é só paz, simpatia e amor!”

As ruas de Ipanema ficaram completamente tomadas pela multidão que acompanhava o Simpa, e se espalhava por outras ruas, apenas curtindo a folia, mesmo longe do carro de som que saiu da Praça General Osório às 16h e seguiu pela Avenida Atlântica.

O militar Guilherme Gomes caprichou no modelito de empreguete rosa, com dois amigos para formar o trio, como na novela. “Estou há quatro anos sem vir, morando fora do Rio. Mas agora estou de volta e recordando o bloco que eu mais gostava. Venho de Madureira já fantasiado”.

O biólogo Leandro Melo se vestiu de gueixa e cada dia aproveita um bloco diferente. “Eu ia botar uma maquiagem mais forte, mas como está muito quente e com essa chuva, não rola. Sou de Copacabana. Hoje é Simpatia é Quase Amor; ontem fomos no Bloco da Favorita, em Copacabana mesmo; e amanhã iremos no Bonito de Corpo. Aqui está muito cheio, tem muita gente, mas é muito bom”.

Sany Meira trabalha com vendas e foi com as amigas de Nilópolis, na Baixada Fluminense, vestida de coelha e com um cartaz nas costas escrito “Quem manda aqui sou eu”, para dar o recado para os mais atiradinhos. “No nosso bumbum quem manda é a gente! Não é porque estou de coelhinha e com roupa curtinha que pode passar a mão. Viemos preparadas, hoje em dia tem que avisar que quem manda é a gente, infelizmente, muito triste isso”.

O nome do bloco vem do personagem de Aldir Blanc, do livro Rua dos Artistas e Arredores, Esmeraldo Simpatia É Quase Amor, um fanfarrão conquistador e simpático.

*Colaborou Fabiana Sampaio - Repórter do Radiojornalismo

Mais Sobre Turismo

Sedam discute propostas para fomentar turismo de pesca esportiva em Rondônia

Sedam discute propostas para fomentar turismo de pesca esportiva em Rondônia

Em benefício do desenvolvimento pesqueiro do Estado, o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) se r

Governo de Rondônia promulga Lei de Política de Turismo e define estratégias de implementação do Plano Estadual de Turismo

Governo de Rondônia promulga Lei de Política de Turismo e define estratégias de implementação do Plano Estadual de Turismo

A Lei n° 5.093 que institui a política estadual de turismo em Rondônia, já está em vigor. O texto foi aprovado pelo Poder Legislativo no dia 17 de a

Setur abre 3ª edição do “Famtour” para exploração turística do Polo Vale do Jamari

Setur abre 3ª edição do “Famtour” para exploração turística do Polo Vale do Jamari

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Turismo (Setur), anuncia a 3ª edição do “Famtour”, um projeto de familiarização turíst

Turismo em Rondônia é destaque na televisão

Turismo em Rondônia é destaque na televisão

O turismo de Rondônia ganha destaque mais uma vez na SIC TV, uma das afiliadas mais antigas da RECORD TV no Brasil. “Rolê Especial Verão” estreia se