Porto Velho (RO) domingo, 19 de setembro de 2021
×
Gente de Opinião

Turismo

Semdestur forma 400 novos profissionais


Os 400 alunos que participaram dos cursos profissionalizantes ministrados pela secretaria municipal do Desenvolvimento Socioeconômico e Turismo (Semdestur) vão receber nesta sexta-feira, 20h, seus certificados de conclusão. Todos estão qualificados a partir de agora para iniciarem uma nova profissão, onde poderão gerar trabalho e renda para suas famílias. Os cursos iniciaram no dia 19 de setembro, oferecidos através do Plano Territorial de Qualificação (Plantec), do Ministério do Trabalho e Emprego. Foram 19 diferentes disciplinas, divididas em 21 turmas. A cerimônia de entrega dos certificados ocorrerá no salão do Centro Pastoral João Paulo II, na Avenida Amazonas com a Rua Nove.

Os cursos tiveram como objetivo garantir a recolocação e o aprimoramento dos trabalhadores em Porto Velho, levando em conta a demanda local por mão-de-obra capacitada. O público alvo foram jovens que se enquadrem no Programa Primeiro Emprego, pessoas desempregadas requerentes do seguro-desemprego, trabalhadores autônomos, beneficiários do Bolsa Família e produtores rurais da agricultura familiar. As aulas ocorreram em três endereços diferentes. Além do próprio Centro Pastoral, onde os formandos estarão reunidos nesta sexta-feira, também ocorreram cursos no salão da Igreja Nossa Senhora Aparecida e na Colônia Penal.

Na Colônia, os cursos foram os de mecânica de motocicleta e eletricista de baixa tensão, ministrados a detentos que se encaixaram nas exigências do Plantec. “Essa foi a maneira que encontramos para trabalhar a ressocialização dos apenados na tentativa de quebrar o preconceito que ainda existe com relação aos ex-presidiários. Com uma qualificação, com certeza ficará mais fácil eles encontrarem um emprego”, explicou o secretário titular da Semdestur, Agnaldo Nepomuceno. Segundo ele, a prefeitura irá intermediar a colocação dos trabalhadores que foram qualificados, de acordo com o que já faz o Sine Municipal. A intermediação é feita por meio da captação de vagas que a Semdestur está fazendo junto às empresas.

Tudo grátis

Dos 19 temas oferecidos pelos cursos, os mais procurados foram os de auxiliar de laboratório, eletricista de baixa tensão e cabeleireiro. Também houve cursos nas áreas da construção civil, indústria, informática, turismo, transporte, comércio, piscicultura e serviços. De acordo com Ivete Campos, diretora do Departamento do Trabalho e Qualificação Profissional (DTQP), do Sine Municipal, a intenção foi a de se ampliar o número de vagas e cursos para 2012. “Estamos buscando incrementar esse setor para trazer mais oportunidades para quem quiser se qualificar em alguma profissão”, disse. “Na primeira semana de curso as aulas abordaram mais assuntos referentes a conhecimentos gerais, como noções sobre cidadania, gênero, relações humanas, empreendedorismo, saúde, segurança no trabalho e meio ambiente. A partir da segunda semana, os alunos receberam aulas teóricas específicas sobre a profissão que estão sendo capacitados”, explicou.

Financiadas com recursos do Fundo de Amparo do Trabalhador (FAT), as aulas devem reiniciar em abril. Além do curso gratuito, os alunos receberam também o material didático, um lanche por dia de aula e vale-transporte, nos casos em que o aluno more a mais de 3 quilômetros do local.

O secretário Agnaldo confirmou presença durante a cerimônia de encerramento, onde os 400 alunos estarão recebendo seus certificados. Para ele, a intenção do prefeito Roberto Sobrinho com o convênio assinado com o Ministério foi aumentar a oferta de qualificação profissional para atender a demanda por mão de obra nos diferentes setores produtivos, onde se tem percebido um ambiente favorável para a geração de novos postos de trabalho e renda. “A demanda por mais empregos aumentou muito nos últimos anos em função da construção das usinas hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio, no rio Madeira. Junto com as usinas, outros empreendimentos também surgiram na cidade, principalmente na construção civil, e junto com eles a necessidade de qualificação de mão de obra também. Pensando nisso, esse projeto cria oportunidades à população da capital. E a política pública de qualificação de Porto Velho beneficia os cidadãos que se encontram em situações de menor oportunidade de emprego”, afirmou.

Fonte:  Róbinson Gambôa

 

Mais Sobre Turismo

Sedam discute propostas para fomentar turismo de pesca esportiva em Rondônia

Sedam discute propostas para fomentar turismo de pesca esportiva em Rondônia

Em benefício do desenvolvimento pesqueiro do Estado, o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) se r

Governo de Rondônia promulga Lei de Política de Turismo e define estratégias de implementação do Plano Estadual de Turismo

Governo de Rondônia promulga Lei de Política de Turismo e define estratégias de implementação do Plano Estadual de Turismo

A Lei n° 5.093 que institui a política estadual de turismo em Rondônia, já está em vigor. O texto foi aprovado pelo Poder Legislativo no dia 17 de a

Setur abre 3ª edição do “Famtour” para exploração turística do Polo Vale do Jamari

Setur abre 3ª edição do “Famtour” para exploração turística do Polo Vale do Jamari

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Turismo (Setur), anuncia a 3ª edição do “Famtour”, um projeto de familiarização turíst

Turismo em Rondônia é destaque na televisão

Turismo em Rondônia é destaque na televisão

O turismo de Rondônia ganha destaque mais uma vez na SIC TV, uma das afiliadas mais antigas da RECORD TV no Brasil. “Rolê Especial Verão” estreia se