Porto Velho (RO) domingo, 19 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Turismo

Santo Antônio Energia assina ordem de serviço para restauração da oficina da EFMM


Santo Antônio Energia assina ordem de serviço para restauração da oficina da EFMM - Gente de Opinião

A Santo Antônio Energia celebrou na manhã de hoje, sexta-feira, dia 4, a ordem de serviço assinada em 1º de novembro para o início das obras de restauro conservativo do conjunto Rotunda/ Girador/ Oficinas da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré. As obras permitirão o resgate deste bem cultural de Porto Velho, marco histórico de Rondônia e do país, que em 2012 completará 100 anos de história.

O projeto executivo para as obras foi aprovado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em agosto deste ano. No projeto, foram realizados estudos referentes ao processo de corrosão da estrutura do conjunto que possui 5.700 metros quadrados e 13 metros de altura. A obra, orçada em R$ 8, 6 milhões, envolverá apuro técnico altamente especializado por se tratar de uma estrutura metálica com peças importadas com dimensões específicas de arquitetura ferroviária.

A previsão para a realização das intervenções, que serão feitas por uma empresa de Porto Velho (a mesma que executou a restauração dos primeiros galpões da Madeira Mamoré) é de 18 meses, contando com o trabalho de dezenas de profissionais. “Hoje, estamos dando mais um passo para a conservação e disponibilização desse importante bem cultural para a população de Porto Velho”, declarou o diretor de Sustentabilidade da Santo Antônio Energia, Carlos Hugo de Araújo. “Este momento reflete a união de esforços da Santo Antônio Energia com a Prefeitura, que irá receber este belo patrimônio restaurado, e com o Iphan, que cuidará de sua preservação”, acrescentou o diretor.

O evento de assinatura da ordem de serviço contou com a presença do prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho, que ressaltou a complexidade dos trabalhos que serão realizados para o restauro conservativo da estrutura. “Não é um trabalho simples já que até as telhas e parafusos devem se iguais aos originais. Fico feliz porque a empresa que venceu essa licitação é de Porto Velho e é a mesma que restaurou as outras estruturas da Estrada de Ferro Madeira Mamoré”. O prefeito também frisou que mais de 90% das compensações aprovadas pelo Ibama e atribuídas à Santo Antônio Energia já foram cumpridas.

Também compareceram ao evento o superintendente do Patrimônio da União (SPU), Antônio Roberto dos Santos, os vereadores Cláudio Carvalho e Sid Orleans, além de outras autoridades.

O conjunto Rotunda/ Girador/ Oficinas que integra o complexo da Madeira-Mamoré é tombado pelo Iphan. As intervenções fazem parte do Termo de Referência para a elaboração de projetos a serem executados em trecho tombado da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, constante no Projeto Básico Ambiental da Usina Hidrelétrica Santo Antônio.

Santo Antônio Energia já investiu mais de R$ 3 milhões na revitalização do complexo da Madeira-Mamoré

Desde 2008, a Santo Antônio Energia já investiu mais de R$3 milhões na revitalização do complexo da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré. Confira as ações:

- Elaboração de projetos relativos ao Termo de Referência para ações no trecho tombado da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, incluindo o levantamento arquitetônico, topográfico e cadastral, bem como a pesquisa histórica da via férrea.

- Convênio com a Cootrafer para a compra de mobiliário para a reativação do escritório da Cooperativa dos Ferroviários do Estado de Rondônia; recuperação de três veículos ferroviários: uma Litorina (era usada para pagamento de trabalhadores e transporte de diretores), uma Cegonha (veículo de tração manual para locomoção de trabalhadores em pequenos percursos) e um Kalamazo (veículo de quatro lugares usado para inspeção da linha); recuperação parcial da locomotiva número 18.

- Restauração do galpão número dois e da Estação Ferroviária. Para a restauração do galpão foi necessária uma pesquisa para a fabricação de uma tinta da cor igual à original, além da fabricação de parafusos e peças específicas da época. Construção do Espaço Conforto, repaginação do piso, limpeza e execução do paisagismo na área do pátio ferroviário e a construção do deck.

Santo Antônio Energia assina ordem de serviço para restauração da oficina da EFMM - Gente de Opinião

Estrada de Ferro Madeira-Mamoré

Construída entre 1907 e 1912 para ligar Porto Velho a Guajará-Mirim, a Estrada de Ferro Madeira-Mamoré (EFMM) foi projetada para contornar os obstáculos naturais existentes no rio Madeira para escoamento da borracha boliviana e brasileira, além de outras mercadorias. Depois, o material era embarcado para exportação, em Porto Velho, de onde seguia por via fluvial até Manaus.

A EFMM ficou conhecida como a Ferrovia do Diabo, devido às milhares de mortes de trabalhadores durante a sua construção, principalmente por causa de doenças tropicais, principalmente pela Malária. Administrada primeiro por americanos e depois por ingleses, a EFMM era deficitária, pois a quebra da Bolsa de Valores de Nova Iorque, em 1929, fez com que os preços da borracha baixassem. Em 1931, a concessão da EFMM foi tomada e entregue à administração de representante do governo brasileiro, no entanto, a situação econômica continuou em decadência.

Em 1966, a ferrovia foi extinta, mas só em 1972 os trens pararam de circular. Muitos vagões foram jogados fora. Alguns, empurrados para o rio Madeira, outros, para fora dos trilhos.

A EFMM voltou a operar em 1981 num trecho de apenas sete dos 366 quilômetros do percurso original, apenas para fins turísticos, sendo novamente paralisada por completo em 2000. Em novembro de 2005, a ferrovia foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Santo Antônio Energia

A Santo Antônio Energia (SAE) é a concessionária responsável pela construção e futura operação da usina hidrelétrica Santo Antônio, localizada no rio Madeira, em Porto Velho (RO), e pela comercialização da energia a ser gerada. A usina tem potência instalada de 3.150,4 megawatts e capacidade para abastecer 11 milhões de residências, ou aproximadamente 40 milhões de pessoas. O empreendimento tem investimento de R$ 15,1 bilhões e é referência em construção de hidrelétricas sustentáveis, pois utiliza tecnologia de ponta para melhor eficiência energética com menor impacto ambiental. Os acionistas da Santo Antônio Energia são as empresas Eletrobras Furnas, Odebrecht, Andrade Gutierrez, Cemig e o Fundo de Investimentos e Participações Amazônia Energia (FIP). A Usina Hidrelétrica Santo Antônio é uma das principais obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal.

Fonte: José Carlos Sá
 

Mais Sobre Turismo

Sistema Fecomércio/Sesc/Senac apoia Investe Turismo

Sistema Fecomércio/Sesc/Senac apoia Investe Turismo

O Ministério do Turismo, Embratur, Governo de Rondônia e Sebrae realizam na próxima segunda-feira, 21 de outubro, o Seminário Investe Turismo. O Siste

Programa Investe Turismo chega em Rondônia

Programa Investe Turismo chega em Rondônia

O Turismo é uma grande mola propulsora dentro da economia de um país. Em Rondônia, seus potenciais estão latentes, necessitando de apoio para seu

Ecoturismo é a preferência de visitantes estrangeiros na região Norte

Ecoturismo é a preferência de visitantes estrangeiros na região Norte

Natureza, ecoturismo e aventura. Essas são as principais motivações dos turistas estrangeiros que visitaram o Norte do Brasil em 2018, de acordo com o

Rondônia tem novo Mapa Turístico aprovado pelo Ministério do Turismo

Rondônia tem novo Mapa Turístico aprovado pelo Ministério do Turismo

O Ministério do Turismo divulgou, na segunda-feira, 26, no Diário Oficial da União, o novo Mapa do Turismo Brasileiro 2019-2021. Ao todo, 2.694 ci