Porto Velho (RO) domingo, 26 de maio de 2019
×
Gente de Opinião

Rondônia Inca

Idaron realiza captura de morcegos hematófagos


Gente de Opinião


Os morcegos da espécie Desmodusrotundussão encontrados desde o norte do México até o norte da Argentina, se alimentando de sangue de outros animais silvestres e domésticos, e podem transmitir a raiva caso estejam portando o vírus.

Recentemente, um produtor rural procurou o Escritório de Atendimento à Comunidade (EAC) do distrito de Boa Vista do Pacarana para informar que seus animais estavam sendo espoliados (com sinais de mordeduras), provavelmente por morcegos hematófagos. Diante dessa notificação, a Supervisão Regional de Pimenta Bueno deslocou servidores das Unidades Locais de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsav’s)de Pimenta Bueno e de Primavera de Rondônia para realizar a captura de morcegos hematófago na propriedade rural.

O supervisor da Regional de Pimenta Bueno, Jader Plaça, conta que esta atividade mostra o comprometimento do trabalho dos servidores da Agência. “Neste este tipo de atividade, o servidor passa praticamente toda a noite no campo, pois o morcego hematófago apresenta hábito noturno”.

Para os servidores da Unidade de Pimenta Bueno, Rony Jose de Paula, e de Primavera de Rondônia, WalerioTorchite, a ação é cansativa, mas gratificante, pois o agradecimento do produtor a este tipo de serviço recompensa o cansaço.

A captura de morcegos hematófagos é realizada através de redes especiais que são armadas em volta do curral onde os animais agredidos se encontram.Ao procurar esses animais para se alimentarem, os Desmodusrotundus ficam presos na rede. Os servidores da Idaron passam uma pasta vampiricida nas costas dos morcegos, soltando-os em seguida.Ao retornarem para a sua colônia outros morcegos o lamberão, eliminando cerca de 15 a 20 outros morcegos hematófagos, e assim, impedindo a transmissão do vírus da raiva para os animais domésticos.

A vacinação contra raiva também é outra medida importante de controle. Assim a Idaron realiza atividades educativas orientando o produtor para vacinar seu rebanho contra raiva, diminuindo os prejuízos pela morte de animais e evitando que pessoas da sua família tenha contato com animais enfermos.

O presidente da Idaron, Marcelo Henrique Borges, alerta aos produtores sobre a importância de notificar a Agência em caso de suspeita de qualquer doença. “Pedimos que os produtores rurais do Estado que fiquem atentos a qualquer sinal clínico que o animal apresentar e que notifique a Idaron. Estamos preparados para atendê-los”.

Fonte: Amabile Casarin

Mais Sobre Rondônia Inca

Governo divulga relatório da ONU de 2015 sobre presídios brasileiros

  Débora Brito - Repórter da Agência Brasil A Secretaria Especial de Direitos Humanos publicou o relatório elaborado pelo Subcomitê das Nações Unidas

OMS alerta sobre a necessidade de prevenir e tratar os diversos tipos de hepatites

Renata Giraldi Agência Brasil Brasília – Na véspera do Dia Mundial de Luta contra as Hepatites, a Organização Mundial da Saúde (OMS) apelou hoje (27)

Usina Jirau monitora mercúrio na saúde da família

As equipes do Programa da Saúde da Família (PSF) que atuam nas unidades de saúde dos distritos de Fortaleza do Abunã, Nova Mutum Paraná e Abunã se tor

Marinha Raupp e prefeitos reúnem-se com ministério do Turismo para desenvolver plano Turístico nos municípios da BR 429

Brasília - A deputada federal Marinha Raupp (PMDB), juntamente com os prefeitos de Costa Marques, Seringueiras, São Miguel e São Francisco do Guaporé,