Sexta-feira, 12 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Justiça

MP obtém condenação do prefeito de Presidente Médici que tiveram veículo público furtado durante uso particular

Condenados terão que restituir à municipalidade o valor de R$ 133 mil


MP obtém condenação do prefeito de Presidente Médici que tiveram veículo público furtado durante uso particular - Gente de Opinião

O Ministério Público de Rondônia obteve a condenação à reparação de dano erário de Chefe do Executivo do Município de Presidente Médici e um ex-secretário municipal que, em 2018, tiveram veículo público furtado ao utilizarem o bem, uma camionete, à época recentemente adquirida pela Administração, em um deslocamento para atendimento de interesse particular. Como sanção, os requeridos foram obrigados à devolução de R$ 133 mil à municipalidade.

A condenação é resultado de ação civil pública proposta pela Promotoria de Justiça de Presidente Médici, titularizada pelo Promotor de Justiça Fernando Cavalheiro Thomaz.

De acordo com o MP, em agosto de 2018, os requeridos, o então prefeito de Presidente Médici, acompanhado de um ex-secretário municipal, se utilizaram de um veículo pertencente à frota municipal, uma camionete Toyota Hilux, para se deslocarem até uma faculdade localizada na cidade de Porto Velho, onde participaram de uma convenção partidária, o que configurou, portanto, interesse particular.

Na oportunidade, o veículo, recém-adquirido pela municipalidade, sem identificação institucional nem seguro, estacionado em local desvigiado, foi furtado, tendo os agentes agido de forma negligente no seu dever legal para a conservação do patrimônio público, acarretando prejuízo ao erário no montante de R$ 133 mil e 315 reais.

Sentença – Em razão de não ter sido caracterizado dolo específico dos requeridos, o Juízo da Vara Única de Presidente Médici, adequando-se aos ditames procedimentais trazidos pela Lei nº. 14.230/2021 – Nova Lei de Improbidade Administrativa, condenou os réus à reparação do dano.

O magistrado complementou que aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito e causar dano a outrem, ainda que exclusivamente moral, comete ato ilícito (art. 186 do Código Civil) e, consequentemente, tem o dever de repará-lo (art. 927, do Código Civil).

Assim, diante das provas, o Juízo acatou o pedido do MP para condenar os requeridos, solidariamente, à restituição ao erário municipal no valor de R$ 133 mil e 315 reais, corrigidos pelo IPCA a partir da data do efetivo prejuízo. Da sentença cabe recurso de apelação.

Gente de OpiniãoSexta-feira, 12 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

MP obtém condenação de três integrantes de facção criminosa por assassinarem duas pessoas por engano

MP obtém condenação de três integrantes de facção criminosa por assassinarem duas pessoas por engano

Em sessão do júri, ocorrida ontem (10/4), com atuação do Promotor de Justiça Marcus Alexandre de Oliveira Rodrigues, o Ministério Público obteve a c

Estágio: MPF está com inscrições abertas para concurso de estágio em Direito

Estágio: MPF está com inscrições abertas para concurso de estágio em Direito

O Ministério Público Federal (MPF) em Rondônia lançou o edital do Processo Seletivo de Estágio em Direito (graduação e pós-graduação), com previsão

MPF obtém decisão que determina reinstalação do Conselho Penitenciário do estado de Rondônia

MPF obtém decisão que determina reinstalação do Conselho Penitenciário do estado de Rondônia

O Ministério Público Federal (MPF) conseguiu, na Justiça Federal, uma decisão que determina que o estado de Rondônia aceite, para composição e reins

Vara de Proteção à Infância e Juventude articula melhorias para garantia de direitos de crianças e adolescentes

Vara de Proteção à Infância e Juventude articula melhorias para garantia de direitos de crianças e adolescentes

Buscando garantir a prioridade absoluta e celeridade no atendimento a crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional ou de vítimas

Gente de Opinião Sexta-feira, 12 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)