Porto Velho (RO) sexta-feira, 19 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Justiça

Justiça determina que Plano de Saúde a rever reajuste abusivo para advogados de Rondônia

A redução conquistada foi de 10,3%


Justiça determina que Plano de Saúde a rever reajuste abusivo para advogados de Rondônia - Gente de Opinião

A 9ª Vara Cível de Porto Velho julgou procedente ação que obriga a Central Nacional Unimed e a IBBCA Administradora de Benefícios Gestão em Saúde a realinhar um ajuste de 28% ao patamar de 17,7%, referente ao período de junho de 2014 a junho de 2015. Para definir este parâmetro, o juiz Rinaldo Forti da Silva levou em consideração o levantamento do Instituto de Estudos de Saúde Complementar, que apurou os custos médico hospitalares do contrato (índice de sinistralidade) no período de um ano. 

A sentença foi proferida no último dia 4 e ocorreu após a Associação Cidade Verde de Defesa do Consumidor (ACV) entrar com uma Ação Civil Pública questionando o reajuste anual abusivo de mensalidade de plano de saúde contratado por advogados de Rondônia.

Forti destacou em sua argumentação que as empresas sequer trouxeram ao processo os documentos necessários à realização de perícia para apurar a taxa de sinistralidade do plano. “A aversão dos requeridos ao dever de transparência acerca das despesas com os segurados se refletiu inclusive na presente demanda”, registrou.

De acordo com o advogado Gabriel Tomasete, um dos subscritores da ação, o reajuste anual está previsto na proposta de adesão do plano que beneficia advogados e seus dependentes. “Ocorre que o aumento colocou os consumidores em desvantagem exagerada. O objetivo da ação era apurar o índice de sinistralidade e de forma alternativa apontamos um parâmetro razoável, que foi acatado pelo magistrado”, afirmou.

O plano é oferecido aos advogados pela Caixa de Assistência dos Advogados de Rondônia (CAARO). A decisão liminar limitou os efeitos à jurisdição de Porto Velho, mas os advogados conseguiram estender a tutela por meio de recurso ao Tribunal de Justiça de Rondônia, o que foi confirmado agora em sentença, ou seja, a decisão valerá aos beneficiários do plano de saúde residentes em todo o estado, conforme pedido da ação.

Veja a sentença

Mais Sobre Justiça

Ministério Público do Estado, MP de Contas e Polícia Civil explica alvos da segunda fase da Operação Pau Oco

Ministério Público do Estado, MP de Contas e Polícia Civil explica alvos da segunda fase da Operação Pau Oco

O diretor do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), Procurador de Justiça Cláudio Wolff Harger; o delegado-geral da Políc

TRT: Sindicato e empresas firmam o compromisso de manter o transporte coletivo funcionando em Porto Velho/RO

TRT: Sindicato e empresas firmam o compromisso de manter o transporte coletivo funcionando em Porto Velho/RO

Em audiência realizada na quarta-feira (10), na sede do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT-RO/AC), a desembargadora Socorro Guimar

 MPRO: O TAC na Improbidade Administrativa é tema de debate no primeiro dia do Encontro de Procuradores e Promotores

MPRO: O TAC na Improbidade Administrativa é tema de debate no primeiro dia do Encontro de Procuradores e Promotores

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio do Centro de Apoio Operacional da Probidade Administrativa (CAO-PPA) e o Centro de Estudos e Ap

STF valida lei que permite emissão de documentos de identificação e de veículos em cartórios

STF valida lei que permite emissão de documentos de identificação e de veículos em cartórios

O Supremo Tribunal Federal (STF) julgou constitucional hoje (10) a lei que permitiu aos cartórios de registro civil a oferta de serviços remunerados c