Porto Velho (RO) quarta-feira, 19 de junho de 2019
×
Gente de Opinião

Justiça

Definida lista tríplice para o cargo de Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público de Rondônia


Definida lista tríplice para o cargo de Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público de Rondônia - Gente de Opinião
Foi definida nesta sexta-feira, 15 de março, a lista tríplice que será enviada ao governador do Estado para escolha do Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público do Estado de Rondônia para o biênio 2019/2021. Em primeiro lugar, ficou o Promotor de Justiça Aluildo Oliveira Leite, com 81 votos; em segundo lugar, o Promotor de Justiça Alexandre Jésus de Queiroz Santiago, com 63 votos: em terceiro lugar, o Promotor de Justiça Paulo Fernando Lermen, com 15 votos.
A apuração dos votos foi feita no fim da tarde desta sexta-feira, na sala de reunião do Colégio de Procuradores de Justiça pela Comissão Eleitoral presidida pela Procuradora de Justiça Vera Lúcia Pacheco Ferraz de Arruda, Corregedora-Geral do MPRO, e composta dos promotores de Justiça  Flávio Ziober e Andrea Luciana Damacena Ferreira Engel. Dos 139 Membros aptos a votar, todos votaram.  Houve apenas dois votos brancos.
A lista tríplice será encaminhada pelo Presidente do Colégio de Procuradores de Justiça, Procurador de Justiça Airton Pedro Marin Filho, ao governador Marcos Rocha para escolha do novo Procurador-Geral de Justiça. A posse do novo Procurador-Geral de Justiça e do Corregedor-Geral do MPRO para o biênio 2019/2021 ocorrerá em maio.

Quem é Quem na Lista Tríplice:
Promotor de Justiça Aluildo de Oliveira Leite – Ingressou na carreira como Promotor de Justiça substituto no dia 14 de novembro de 1996. Autuou nas Promotorias de Justiça de Costa Marques, Alvorada do Oeste, Guajará-Mirim, Ariquemes e Ouro Preto do Oeste. Foi promovido, pelo critério de merecimento, para 6ª Promotoria de Justiça de Porto Velho, em 2010.  Ocupou os cargos de Diretor do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente; chefe de Gabinete da Corregedoria-Geral do MP; diretor do Centro de Atividades Judiciais (CAEJ) e atualmente é chefe de Gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça.

Promotor de Justiça Alexandre Jésus de Queiroz Santiago – Ingressou na carreira como Promotor de Justiça Substituto em 8 de fevereiro de 2012. Atuou nas Comarcas de Guajará-Mirim e Cacoal. Foi promovido pelo critério de merecimento para a Promotoria de Justiça de Porto Velho em 2009. Ocupou os cargos de Diretor do Centro de Apoio Operacional Criminal; Coordenador Estadual de Combate aos Crimes Cibernéticos; Coordenador de Planejamento e Gestão e integrou o Grupo de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc).

Promotor de Justiça Paulo Fernando Lermen – Ingressou na carreira como Promotor de Justiça Substituto no dia 6 de janeiro de 1986. Atua desde então na Promotoria de Justiça de Vilhena, onde foi por diversas vezes coordenador da Comarca.

Mais Sobre Justiça

Ministério Público de Rondônia oferece mais uma denúncia contra envolvidos na Operação Termópilas

Ministério Público de Rondônia oferece mais uma denúncia contra envolvidos na Operação Termópilas

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), protocolou na Justiça

MP/RO oferece nova denúncia contra investigados em esquema milionário de desvio de dinheiro público

MP/RO oferece nova denúncia contra investigados em esquema milionário de desvio de dinheiro público

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), ofereceu denúncia ao J

MP consegue condenação de três acusados de feminicídios em Ariquemes

MP consegue condenação de três acusados de feminicídios em Ariquemes

Desde 20 de maio está ocorrendo a temporada de júris em Ariquemes, com a realização de 22 julgamentos até o dia 19 de junho. Entre os casos que

MP obtém indisponibilidade de bens e novo afastamento do Prefeito de Campo Novo

MP obtém indisponibilidade de bens e novo afastamento do Prefeito de Campo Novo

O Ministério Público de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Buritis, obteve junto ao Poder Judiciário a indisponibilidade de bens, no v