Porto Velho (RO) sexta-feira, 19 de julho de 2019
×
Gente de Opinião

Justiça

Ameron entrega kit de videomonitoramento para a Polícia Militar de Rondônia


Ameron entrega kit de videomonitoramento para a Polícia Militar de Rondônia - Gente de Opinião

Na semana em que se comemora o Dia de Tiradentes, o patrono da Polícia Militar do Brasil, a instituição que trabalha pela manutenção da ordem pública e segurança da sociedade foi presenteada com um kit de videomonitoramento. O equipamento é uma doação da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia (Ameron) e foi instalado na Divisão de Material Bélico da Divisão Administrativa e Logística do Comando Geral da PM.

O presidente da Ameron, desembargador Alexandre Miguel, entregou os equipamentos ao comandante geral da PM, coronel Ronaldo Flores Corrêa e ao subcomandante geral, coronel Rildo José Flores. O kit é composto por um gravador digital de imagens, câmera de TV para o sistema de segurança, HD de memória de 1TB com capacidade para armazenamento de até 30 dias ininterruptos de gravações, entre outros materiais que compõem o circuito integrado de segurança. “Nós fizemos um projeto básico aonde levantamos quais seriam as necessidades, os melhores equipamentos e como deveria proceder o tempo de gravação das imagens. Esses equipamentos doados estão em conformidade com as especificações que foram apresentadas nos termos de referência e no estudo feito pelos nossos técnicos que entendem muito deste setor”, explica o comandante geral da PM, coronel Ronaldo Flores Corrêa.

Na ocasião, o presidente da Ameron, desembargador Alexandre Miguel, aproveitou o encontro para presentear o líder do comando da Polícia Militar do Estado de Rondônia com uma camiseta personalizada da Associação. “Quando assumimos a Ameron, o meu pensamento sempre foi de dirigir a nossa Associação na busca por melhorias institucionais e sempre estar apoiando as grandes instituições do Estado para que os agentes públicos possam desempenhar as suas funções”, afirma o magistrado como forma de reconhecimento aos trabalhos desenvolvidos pelos policiais na missão de proteger a cidadania.

Ao final do encontro, o comandante geral da PM, coronel Ronaldo Flores Corrêa, ressaltou o importante trabalho desenvolvido pelo Poder Judiciário para a manutenção das instituições democráticas e republicanas. “A Polícia Militar faz o policiamento ostensivo e prende em flagrante; a Polícia Civil prende e conduz os inquéritos; enquanto que o Judiciário é aquele que sustenta especificamente todo esse sistema com a aplicação da pena em conformidade com o crime praticado. É o Judiciário quem fiscaliza o sistema penitenciário e é nele onde deságua todo o sistema de segurança pública, onde toma-se a decisão final. O Poder Judiciário é fundamental para a manutenção da soberania do Estado brasileiro e oferece aos policiais militares a segurança para a execução dos seus trabalhos”, finaliza o coronel. 

Mais Sobre Justiça

MP tem julgado procedente ação para condenar ex-presidente da Câmara de Vereadores de Machadinho por ato de improbidade

MP tem julgado procedente ação para condenar ex-presidente da Câmara de Vereadores de Machadinho por ato de improbidade

O Ministério Público do Estado de Rondônia teve julgada procedente, pela 1ª Vara Cível da Comarca de Machadinho do Oeste, ação civil pública por ato d

Operação Justiça Rápida tem cronograma para distritos de Porto Velho

Operação Justiça Rápida tem cronograma para distritos de Porto Velho

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania – Cejusc, do Tribunal de Justiça de Rondônia, divulgou o cronograma de realização, durante est

TJRO distribui os primeiros processos via PJe na área criminal

TJRO distribui os primeiros processos via PJe na área criminal

Após a implantação da Central de Processamento Eletrônico (CPE) nas Câmaras Cíveis, em outubro de 2018, no Pleno e Câmaras Especiais, em janeiro de 20

NOTA OFICIAL - PEC 108: objetivo é calar a advocacia e desproteger o cidadão

NOTA OFICIAL - PEC 108: objetivo é calar a advocacia e desproteger o cidadão

A diretoria do Conselho Federal e o Colégio de Presidentes de Seccionais  da Ordem dos Advogados do Brasil, em face da Proposta de Emenda à Constitu