Porto Velho (RO) quarta-feira, 25 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Opinião

Rondônia: A educação que Izabel Luz sonhou...


O começo de ano em Rondônia promete ser caloroso, e até mesmo trágico, no setor da educação, pois a secretária de educação, Isabel Luz, aparenta ter iniciado o ano com vontade de criar problemas, ou para ela; ou para os outros... Confúcio Moura, aquele que prometeu em campanha priorizar a educação, precisa agir, pelo menos uma vez em seu governo, e acalmar os nervos de sua super-secretária...

Ao retornar de uma viagem que fiz, fui surpreendido, já no aeroporto da capital,  por um email de um grande amigo, amigo de uns 20 anos, que trabalha na SEDUC, em Porto – Velho, dizendo que precisava falar comigo urgentemente, pois havia um problema muito sério para tratar. Ao procurar meu amigo, fui informado que a secretária de educação, a senhora Isabel Luz, estava indignada comigo e que eu deveria tomar muito cuidado com ela, pois se trata de uma pessoa muito perigosa. O que ela disse a ele? Não sei...

Fiquei muito triste ao saber do motivo da indignação de Isabel: ela não gostou das críticas que fiz sobre sua atuação e sobre o sistema de perseguição que ela criou contra o professor Joelson Chaves Queiroz, diretor da escola Eloísa Bentes Ramos, na capital do estado. Na cabecinha de Isabel Luz, ela pode perseguir servidores públicos quando quiser, e os outros devem ficar caladinhos, do mesmo jeito que seu chefe, Confúcio Moura, finge que não sabe de nada do que acontece na SEDUC e permite que a secretária pise em todo mundo, como se fosse a dona do mundo.

O problema de Isabel é que ela não sabe fazer as coisas e arma todo tipo de perseguição dentro da sede da SEDUC, permitindo que muita gente ouça e saiba de tudo, como se fosse uma forma de intimidar também seus assessores mais próximos. Foi o que ocorreu comigo: a secretária da educação do “Governo da Cooperação” determinou que seus puxa-sacos procurem saber de tudo sobre minha vida, inclusive vai destacar uma equipe para viajar até Guajará – Mirim, com a finalidade de pesquisar meu passado, além do que, acertou, não sei com quem, para grampear meus telefones, numa demonstração de desequilíbrio total, como se eu tivesse mesmo medo desse tipo de coisa, não sei de onde sairá o dinheiro para pagar as diárias dos asseclas que irão para a fronteira, mas com certeza não será do bolso de Isabel, pois sua especialidade é dar prejuízo ao estado; ao invés de utilizar de forma racional os parcos recursos que deveriam ser utilizados para fazer educação; e não para fazer perseguição.

De qualquer modo, tenho que tomar cuidado, pois a chefona da SEDUC é muito covarde. Prova disso é que ela usou uma de suas asseclas para demitir, por telefone, a ex-Coordenadora Regional de Ensino de Guajará-Mirim, Cristiane Sena, sem que houvesse nenhuma razão aparente. O motivo? Isabel Luz não gostava da pessoa que chefiava a CRE/Guajará – Mirim. Isso mostra a seriedade com que o governo vem tratando a educação.

De todo modo, para facilitar o trabalho da “rainha”, vou passar aqui algumas informações sobre mim, para que ela não gaste tanto dinheiro da SEDUC investigando minha vida. Nasci no Vale do Guaporé, onde tem gente muito honrada, sou professor concursado, nunca precisei bajular o chefe para ter meu emprego, fui Cabo do Exército Brasileiro, onde aprendi a não me curvar para ninguém e sei ser elegante, quando necessário; também sei ser duro com pessoas cuja formação moral conflita com a minha, tanto que fui um dos principais responsáveis pela cassação de um ex-prefeito do PMDB, do partido de Confúcio Moura, na cidade de Guajará-Mirim, na oportunidade em que exerci mandato na “Pérola do Mamoré”. Meu mandato foi exercido sempre com muito vigor, pois não tolero a bandalheira com recursos públicos e, por este motivo, ganhei muitos inimigos... Uns de qualidade; outros nem tanto...

Em recente artigo que escrevi, fui acusado ( num comentário) por um anônimo e bajulador de Isabel de ser comissionado da CRE de Cacoal. Nunca fui comissionado de lugar nenhum e jamais aceitaria ser, neste governo sem rosto... Atuo em sala de aula, normalmente , como todos os meus colegas professores, e sou defensor de uma educação de qualidade, coisa impossível de se pensar nesta atual gestão.

Claro que não terei um início de ano de qualidade, porque, antes de começar as atividades, vou fazer uma viagem a vários municípios do estado, informando aos amigos de minha confiança que estou na mira de Isabel Luz e que, segundo fui informado, algo de muito grave pode acontecer comigo... Espero que Isabel Luz não confunda o patrimônio de Rondônia com sua casa e que sua cólera seja contida pelo governador Confúcio Moura, impedindo que ela faça bobagem... Ainda bem que tenho a vantagem de morar bem longe dela, pois, segundo o que se diz em Ariquemes, ela reside no Espírito Santo, e não terá muito tempo para me perseguir em Rondônia... Aliás, falando em Espírito Santo, não sei quem paga as idas e voltas da secretária de educação que se dá o luxo de administrar uma pasta tão complexa, morando em outro estado, caso ela realmente esteja morando por lá... Isso não pode ser chamado de priorizar a educação, como prometia o governador na sua campanha. Morando em Porto-Velho, os demais secretários encontram inúmeras dificuldades... Imaginem morando em outro estado... Coisas do “Governo da Cooperação”...

Finalmente, quero registrar que admito ser perseguido, mas, se for necessário, farei muita coisa para mostrar que minha honra não foi colhida no lixo, pois meu sangue de guaporeano não pulsa; ferve nas veias, a ponto de não ser controlado facilmente com ameaças institucionais, vindas de pessoas que deveriam trabalhar com o mínimo de respeito pela população... Registro, ainda, que caso a senhora secretária da educação, Isabel Luz, não aceite críticas sobre seus desmandos, tem a liberdade de optar por morar em outro estado (sugiro o Espírito Santo) sem ter a necessidade de se preocupar com aqueles que ela acredita serem seus serviçais. Outra coisa, chefona: as informações que recebo saem de dentro de seu gabinete, porque, na minha vida, não construí somente desafetos... Fale menos e saiba com quem fala!! Tenho dito!!

 FRANCISCO XAVIER GOMES

Professor da Rede Estadual

Mais Sobre Opinião

Hildon Chaves deverá vencer as eleições muito facilmente, se a Cristiane não se reposicionar junto aos eleitores

Hildon Chaves deverá vencer as eleições muito facilmente, se a Cristiane não se reposicionar junto aos eleitores

Até o momento, ao que tudo indica, parece que a definição sobre quem será o próximo prefeito ou prefeita de Porto Velho é “favas contadas”. O atual

Respeito a decisão do Vinícius, mas não concordo

Respeito a decisão do Vinícius, mas não concordo

Recebi de um amigo um vídeo em que o candidato à prefeitura de Porto Velho, Vinicius Miguel - em quem votei no primeiro turno da eleição de domingo (1

Os náufragos de 2020

Os náufragos de 2020

Não foi apenas o presidente Jair Bolsonaro que saiu perdendo nas eleições municipais de 2020. A esquerda foi massacrada nas urnas. Exemplo disso é o

O recado das urnas

O recado das urnas

A renovação substancial da Câmara Municipal de Porto Velho, além da decepção causada a muitos dos que atualmente exercem mandato de vereador, há de