Porto Velho (RO) sábado, 17 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Opinião: Anatomia política


Opinião: Anatomia política  - Gente de Opinião

Dejanir Haverroth

 

Eleições 2012/Rondônia

Deu no Extra - Meus comentários começam a movimentar a política nos bastidores. Até o Extra de Rondônia que, segundo o Mário Quevedo, não publicaria nada escrito por mim, está publicando, mas de forma muito rasteira. Publicaram ontem, 28, como se fosse recente, um texto que escrevi em 2009. Hoje a realidade é outra. Mas não tem problema. É prova de que, desde a época, tenho acertado minhas análises.


>>>
Sem rabo preso - Aliás, na próxima semana farei uma nova análise sobre a política de Vilhena. Nessa eu serei direto. Primeiro, que as coisas mudaram muito por aqui e nem todos os políticos perceberam. Na análise que fiz há mais de dois anos (2009), publicada ontem pelo Extra, a mando de Luizinho ou Melki Donadon, mostrava um Zé Rover troncho das pernas, com 20% de aceitação e 40% de rejeição. Mas hoje os números se inverteram e o que se vê, é um político experiente e com muito trabalho para mostrar. Não tenho medo de dizer a verdade, seja ela qual for.


>>>
Vilhena na ONU – Vilhena foi representada em evento da ONU no início desta semana. Patrícia Paz foi a segunda colocada em um concurso internacional que elegeu mulheres empreendedoras. E por falar em Zé Rover, ele deu todo o apoio moral. Colocou até uma comitiva para recepciona-la na chegada ao aeroporto. Aliás, um feito desse quilate de uma empresária de Rondônia teve pouca importância para as autoridades estaduais. Além do Zé Rover, nenhuma outra autoridade política congratulou sequer com um telefonema. Nem mesmo o Governador. É uma pena!


>>>
Rolim de novo – Volto a falar de Rolim de Moura porque a briga política deste ano por lá vai ser das mais espetaculosas. Três dos maiores grupos políticos de Rondônia medirão forças para eleger o sucessor do decadente Tião Serraia. O Triangulo odioso será composto pela turma do Cassol, com Cesar Cassol (PP), a turma do Expedito, com Luizão do Trento (PSDB), e na lanterna o grupo do Raupp, corroído pela era Tião, com o Professor Rudinei.


>>>
Como vai ficar em Rolim? – boa pergunta. Segundo enquetes do IRPE, a princípio Cesar Cassol está na frente, embalado pelo nome forte da família. Mas o PSDB, com Luizão, tem mais possibilidades de crescer, impulsionado pelo apoio declarado de Expedito e Milene Motta. Já o Professor Rudinei, sugiro que Raupp coloque as barbas de molho, porque os prognósticos não são nada favoráveis. Se eu tivesse que apostar em alguém, eu ficaria com Luizão.


>>>
Cabixi e Chupinguaia – Sobre Cabixi não há muito o que dizer. É notório que o atual prefeito, Isael, eleito no final do ano passado, consiga se reeleger com larga vantagem. Em Chupinguiaia, apesar do descontentamento dos aliados do prefeito, ele deve vir para a reeleição fácil. A vantagem de Vanderlei Palhari é que não nasceu ainda, no município, um outro líder para enfrentar o grupo que o cerca.


>>>
De A a Z – Em Castanheiras a política deve polarizar ente “A” de Alcides do Som, e “Z” de Zulmar. Para saber quem está melhor, coloque os nomes em ordem decrescente, ou veja o gráfico da enquete que acompanha esta coluna. “Esse tipo de sondagem não se trata de pesquisa eleitoral, já que são feitas sem os critérios metodológicos das pesquisas, sem controle de amostra, dependendo apenas da participação espontânea dos participantes. (Art. 33 da lei nº 9.504/97)”.


>>>
Coluna em vídeo – Acabei de comprar uma pequena filmadora em HDV para fazer meus comentários políticos em vídeo. Na próxima semana farei duas crônicas políticas semanais em vídeo e publicarei no youtube e nos sites a que tenha acesso. Vai ser um “descortinamento” geral.

Fonte: Dejanir Haverroth

Mais Sobre Opinião

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.

Brasil,  192 anos dos Cursos  Jurídicos  Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

Brasil, 192 anos dos Cursos Jurídicos Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

O Brasil, último país a acabar com a escravidão tem uma perversidade intrínseca na sua herança, que torna a nossa classe dominante enferma de desigual

Vagalumes nas trevas

Vagalumes nas trevas

Mas as trevas não são absolutas: há estrelas, há vagalumes, há réstias de luz