Porto Velho (RO) sexta-feira, 26 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

O povo elege. O povo deselege


Está na hora de acabar com as oligarquias em nosso país. Nem PT, nem PSDB, nem PV, nem PMDB. Nem Lula, nem Collor. O Brasil precisa mudar: agora o povo é quem vai mandar. O Brasil do povo e não o Brasil dos mandatários.

Vamos criar o dia da deseleição. Será o dia no qual o povo vai deseleger aquele político eleito pelo mesmo povo que for inapto para a política, corrupto, inocente, frouxo ou incompetente.

Não importa se o político completou um dia, ou um ano de mandato. Se não serve, o povo deselege. Rapidamente e sem burocracia, vamos botar na rua quem não fizer o que o povo quer. 

Não como o impeachment. E sim como um grande júri popular composto de milhares de eleitores, que poderão a qualquer momento deseleger, diretamente, aqueles que elegeu, também com o voto direto.

O voto para eleger será o mesmo para deseleger.

No dia da deseleição votaremos contra, da mesma forma que no dia da eleição votamos a favor.

A deseleição será nosso voto contra os bandidos travestidos de políticos. Eles não terão mais garantia de quatro ou oito anos de mandato. O mandato terá a duração de dias. Poderá ser de um dia, de 30 dias, de 200 dias. Poderá. O eleitor decidirá isso, quando quiser.

O Brasil será outro. O Brasil, finalmente, será nosso, será democrático. E, não precisa mais de CPI pra cassar político. Nós mesmos faremos isso, com nossas próprias mãos: mandaremos de volta para casa, ou para a cadeia, aqueles que não fizerem o que prometeram, aqueles que fizerem o mal ao invés do bem.

                                                         pena@pnapublicidade.com.br

Mais Sobre Opinião

I Debate promovido pelo nobre deputado federal Luis Miranda-DEM-DF. Tema: Exame da OAB

I Debate promovido pelo nobre deputado federal Luis Miranda-DEM-DF. Tema: Exame da OAB

Boa tarde a todos, quero saudar o nobre Deputado Federal  Luis Miranda por essa feliz iniciativa rumo a encontrar solução para inserir no mercado de t

O buraco de aprofunda com récorde de desemprego

O buraco de aprofunda com récorde de desemprego

O mundo real responde às especulações, fabulações e propagandas: o Brasil perdeu 43 mil empregos diretos no mês passado, o maior índice negativo nos ú

Amigos do pai, inimigos do filho

Amigos do pai, inimigos do filho

Getúlio Vargas flertou com os nazistas e se juntou aos Aliados, festejou a tomada de Paris por Hitler e cedeu bases militares aos americanos. Dizem qu

A corrupção gigante das hidrelétricas

A corrupção gigante das hidrelétricas

Quatro das maiores obras da história republicana brasileira foram construídas na Amazônia.