Porto Velho (RO) sábado, 15 de agosto de 2020
×
Gente de Opinião

Opinião

O povo elege. O povo deselege


Está na hora de acabar com as oligarquias em nosso país. Nem PT, nem PSDB, nem PV, nem PMDB. Nem Lula, nem Collor. O Brasil precisa mudar: agora o povo é quem vai mandar. O Brasil do povo e não o Brasil dos mandatários.

Vamos criar o dia da deseleição. Será o dia no qual o povo vai deseleger aquele político eleito pelo mesmo povo que for inapto para a política, corrupto, inocente, frouxo ou incompetente.

Não importa se o político completou um dia, ou um ano de mandato. Se não serve, o povo deselege. Rapidamente e sem burocracia, vamos botar na rua quem não fizer o que o povo quer. 

Não como o impeachment. E sim como um grande júri popular composto de milhares de eleitores, que poderão a qualquer momento deseleger, diretamente, aqueles que elegeu, também com o voto direto.

O voto para eleger será o mesmo para deseleger.

No dia da deseleição votaremos contra, da mesma forma que no dia da eleição votamos a favor.

A deseleição será nosso voto contra os bandidos travestidos de políticos. Eles não terão mais garantia de quatro ou oito anos de mandato. O mandato terá a duração de dias. Poderá ser de um dia, de 30 dias, de 200 dias. Poderá. O eleitor decidirá isso, quando quiser.

O Brasil será outro. O Brasil, finalmente, será nosso, será democrático. E, não precisa mais de CPI pra cassar político. Nós mesmos faremos isso, com nossas próprias mãos: mandaremos de volta para casa, ou para a cadeia, aqueles que não fizerem o que prometeram, aqueles que fizerem o mal ao invés do bem.

                                                         [email protected]

Mais Sobre Opinião

Covid-19: menos culpa, mais união

Covid-19: menos culpa, mais união

A constatação de mais de 100 mil mortes no Brasil em decorrência da Covid-19 se tornou um marco simbólico para uma tragédia nacional sem precedentes.

Hesitação que compromete

Hesitação que compromete

As frequentes vacilações patrocinadas por membros da equipe do governador Marcos Rocha não servem apenas para marcar na opinião pública uma imagem d

Os 193 anos dos Cursos Jurídicos X 26 anos de exploração dos cativos dos OAB

Os 193 anos dos Cursos Jurídicos X 26 anos de exploração dos cativos dos OAB

Salve o dia 11 de agosto dia dos advogadosAlô Senhores membros da Organização Internacional do Trabalho – OIT, Organização dos Estados Americanos – OE

Por que alguns dirigentes têm ojeriza a servidor público?

Por que alguns dirigentes têm ojeriza a servidor público?

Todas as vezes que o caixa da União sofre a ameaça de esgotar-se, a corda sempre arrebenta no bolso do servidor público. Essa prática tem sido comum