Porto Velho (RO) terça-feira, 20 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Hospital Santa Marcelina promove quadrilha de cadeirantes


Um arraial tradicional está sendo montado no estacionamento do Hospital Santa Marcelina. Com decoração caipira, barracas de comidas típicas, bingos e pescaria a festa vai acontecer na noite de hoje e terá como principal atração a quadrilha dos cadeirantes, formadas por pacientes deficientes físicos, amputados e cadeirantes. O arraial,  organizado pela equipe de voluntários e colaboradores do hospital, é aberto ao público e  tem por objetivo a socialização e confraternização entre  pacientes e  comunidade, terá início as 18 horas e termina as 23 horas.Hospital Santa Marcelina promove quadrilha de cadeirantes - Gente de Opinião

O evento acontece há vários anos e possibilita aos colaboradores e pacientes mais do que momentos de descontração. Segundo Rose Ceolin, fisioterapeuta responsável pelos ensaios da quadrilha dos cadeirantes, os movimentos da dança adaptados para as necessidades dos pacientes proporcionam uma melhora significativa no condicionamento físico dos brincantes. Luana Massotti, psicóloga do hospital comenta que todos os ensaios são acompanhados por uma equipe multiprofissional, composta por fisioterapeuta, psicólogos, enfermeiros e assistente social. Massotti explica que no caso de pacientes amputados ou cadeirantes, cabe a equipe de saúde  multiprofissional promover não apenas o bem estar físico do paciente, mas também o resgate psicossocial. Como a festa é aberta ao público proporciona momentos lúdicos, de descontração, alegria e o principal é o resgate da autoestima  e bem estar do grupo. Em um ambiente em que se sente seguro, muitas vezes pela primeira vez após uma amputação, a pessoa volta a viver em sociedade.

Além da quadrilha dos cadeirantes a festa terá outras atrações, como a quadrilha formada por colaboradores do hospital e a quadrilha mirim de candeias. A organização do evento convida toda a comunidade de Candeias e Porto Velho para prestigiar a festa.

Fonte: Wania Evangelista

Mais Sobre Opinião

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.

Brasil,  192 anos dos Cursos  Jurídicos  Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

Brasil, 192 anos dos Cursos Jurídicos Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

O Brasil, último país a acabar com a escravidão tem uma perversidade intrínseca na sua herança, que torna a nossa classe dominante enferma de desigual