Porto Velho (RO) domingo, 18 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Furtos de materiais e morte de servidor: Crimes que continuam sem respostas


Em Rondônia nem a roubalheira tremenda de bens materiais públicos e nem a morte do servidor público Moisés Rodrigues Lima, ocorrida há 570 dias, foram admitidos como motivos suficientemente fortes para sensibilizar as autoridades a dar as devidas soluções aos diversos crimes ocorridos nos bastidores sombrios da SEDUC.Furtos de materiais e morte de servidor: Crimes que continuam sem respostas - Gente de Opinião

Coincidentemente, após a morte do citado funcionário estourou o grande rombo nos almoxarifados da SEDUC, e também, ficaram claros os peculatos, os furtos, os desvios de materiais, o enriquecimento ilícito de servidores públicos, a existência de uma verdadeira “gang” que dilapidou o patrimônio adquirido com o dinheiro do povo.

Outra faceta dessas irregularidades no setor público, notadamente na SEDUC, foi evidenciada pela farra de diárias promovidas do alto ao baixo escalão, pois desde a Secretária Izabel Luz até os chefes e o diretor dos almoxarifados e patrimônio receberam grandes quantidades de diárias (10, 15, 20) sem viajar e muito menos trabalhar.

A polícia, por sua vez, pouco se empenhou até a presente data para investigar a fundo e punir exemplarmente todos os corruptos e criminosos que depredaram o patrimônio público na SEDUC, bem como, aqueles que direta e indiretamente contribuíram para a morte do trabalhador.

Parece que quando ocorrem crimes envolvendo funcionários dos altos escalões governamentais a polícia, que não deveria ser politicamente submissa e parcial, não consegue esclarecê-los quer seja pela pressão política exercida “de cima pra baixo”, quer seja pela falta de estrutura, quer seja pela falta de interesse, quer seja pela falta de liberdade e de autonomia.

Fonte: Orlandino Silva

Mais Sobre Opinião

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.

Brasil,  192 anos dos Cursos  Jurídicos  Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

Brasil, 192 anos dos Cursos Jurídicos Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

O Brasil, último país a acabar com a escravidão tem uma perversidade intrínseca na sua herança, que torna a nossa classe dominante enferma de desigual

Vagalumes nas trevas

Vagalumes nas trevas

Mas as trevas não são absolutas: há estrelas, há vagalumes, há réstias de luz