Porto Velho (RO) segunda-feira, 26 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Festival de Cinema anuncia os selecionados de 2014


Gente de Opinião

A Comissão de Seleção, composta por membros da entidade organizadora, foi bastante criteriosa na avaliação final. Foram 250 filmes inscritos para essa edição, sendo escolhidos dos 11 longas, 2 longas-metragens nacionais, 6 médias nacionais,  8 filmes na competitiva mundial, 25 curtas na competitiva nacional e 25 produções inscritas da região Norte. Isso mostra uma boa safra de filmes do cinema brasileiro que estão sendo produzidos, surgindo novos talentos e o Festival de Cinema Curta Amazônia avança criando mais espaço para essa imensidão de filmes que o Brasil e exterior estão produzindo aos cinéfilos de plantão. Formando platéia e cativando o público rondoniense cada vez mais.

Na avaliação da Curadoria de Seleção, o cinema brasileiro e demais países inscritos enviaram ótimos filmes sem comprometer a qualidade, se tivéssemos mais espaços de exibição teríamos mais filmes na competição. Mais informações no www.curtamazonia.com.

SELETIVA LONGA NACIONAL :

- “Amazônia Desconhecida”, doc, São Paulo – SP.

- “Os tubarões de Copacabana”, ficção, Rio de Janeiro – RJ.

SELETIVA MÉDIA NACIONAL

- “Manchik”,  ficção, Juazeiro – BA.

- “A dama do Estácio”, ficção, Rio de Janeiro – RJ.

- “Mestre Damasceno – O resplendor da resistência Marajoara”, doc, Belém – PA.

- “Balatais de Saudade”, doc, Macapá – AP.

- “Flor brilhante e as cicatrizes da pedra”, doc, Cuiabá - MT.

- “Maldito, bendito ouro”, doc, Nova Mutum Paraná – RO.

SELETIVA MUNDIAL:

- “Memórias de Cárcere”, animação, Avaré – SP.

- “Hotel Farrapos”, animação, Porto Alegre – RS.

- “Brasil”, ficção, Curitiba – PR.

- “O muro da vida”, ficção, Maputo – Moçambique.

- “Andes Água Amazônia”, doc, Rio de Janeiro – RJ.

- “Silêncio”, ficção, Avanca – Portugal.

- “Dona Tututa”,  doc, Lisboa – Portugal.

- “Inominável”, ficção, Campina Grande – PB.

SELETIVA DE CURTA NACIONAL

- “Hidrelétricas do Tapajós”, doc, Rio de Janeiro – RJ.

 - “Marcelo”, doc, Santos – SP.

- “Magela, o poeta”, doc, Curitiba – PR.

- “Se eu demorar uns meses”, doc, São Paulo – SP.

 - “Serenkato – O canto da Floresta”, doc, Boa Vista – RR.

- “Sonho e pesadelo”, ficção, Manaus – AM.

- “Le mur”, ficção, Cuiabá – MT.

- “Retratos”, ficção, Salvador – BA.

- “Sorry”, ficção, Porto Alegre – RS.

 - “3,60”, ficção, Cuiabá – MT.

- “20 por 30”, ficção, Pelotas – RS.

- “Na ponta do dedo”, ficção, Pelotas – RS.

- “Alex Domingos – por ela”, clipe, Salvador – BA.

- “Cultura raiz, semente digital”, clipe, Curitiba – PR.

- “Jujubas – junto de você”, clipe, Curitiba – PR.

SELETIVA DE CURTAS - ANIMAÇÃO:

- “O turista – Sad Nessie”,  animação, São Paulo – SP.

- “Turma do Jambu – Seu Lobo”, animação, Belém – PA.

- “Graffiti Dança”, Animação, 6’, São Paulo-SP.

- “Navegar”,  animação, Avanca – Portugal.

- “Os guardiões das florestas”,  animação,  Avanca – Portugal.

- “Paleolito”, animação, Rio de Janeiro – RJ.

- “Paluí”, animação,  Avanca – Portugal.

- “A escada”, animação, Recife – PE.

- “O menino que sabia voar”, animação, São Paulo – SP.

- “Matando cachorro a grito”, animação, Curitiba – PR.

 - MOSTRA “Olhar de Cinema na Amazônia”:

- “Bregilane – Me cutuca”, animação, Belém – PA.

- “Bregilane – Tem pobre ligando prá mim”, animação, Belém – PA.

- “Turma do Jambu – Seu Lobo”, animação, Belém – PA.

- “Serenkato – O canto da Floresta”, doc, Boa Vista – RR.

- “Um certo jacaré”, doc, Castanhal – PA.

- “Graduação”, de Marcio Nascimento, ficção, Manaus – AM.

- “H20”, ficção, Manaus – AM.

- “Lady Murphy”, ficção, Manaus – AM.

- “Sonho e pesadelo”, ficção, Manaus – AM.

- “Um ombro amigo”, ficção, Cacoal – RO.

- “A fim de um bullyng?”, curta, Porto Velho – RO.

- “FotografAMdo – Edição especial”, exp, Manaus – AM.

- “Abra os olhos”, ficção, Ananindeua –PA.

- “O mistério da casa 132”, ficção, Porto Velho – RO.

- “A festa do Sairé de Alter do Chão”, doc, Macapá – AP.

- “Agricultores do Vale do Juruá”, doc, Cruzeiro do Sul – AC.

- “Artistas – um espetáculo urbano”, doc, Manaus – AM.

- “Balatais de Saudade”, doc, Macapá – AM.

- “Caminhos da videorreportagem no Amazonas”, doc, Manaus – AM.

- “Das barrancas do rio Cariá”, doc, Belém – PA.

- “Índios na cidade, vidas em travessia”, doc, Boa Vista – RR.

- “Maldito, bendito ouro”, doc, Nova Mutum Paraná – RO.

- “Mestre Damasceno – O resplendor da resistência Marajoara”, doc,  Belém –PA.

- “Técnicas de produção para agricultura familiar – Amapá”, doc, Cruzeiro do Sul – AC.                                               

- “Expedição Caraparu”, doc, Belém – PA.

Competitiva Rondoniense:

- “Um ombro amigo”, ficção, Cacoal – RO.

- “A fim de um bullyng?”, curta, Porto Velho – RO.

- “O mistério da casa 132”, ficção, Porto Velho – RO.

- “Maldito, bendito ouro”, doc, Nova Mutum Paraná – RO.

Fonte: Ascom

 

Mais Sobre Opinião

A fogueira das vaidades

A fogueira das vaidades

O que até agora era bravata, “não é insulto, é o jeito dele”

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.