Porto Velho (RO) quarta-feira, 21 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

E o Pinto, tá dentro ou ta fora dessa eleição?


 
Diante de tal questionamento, que é hilário, ficamos nós sem saber o que pooooode e o que não pooooooooode nessas eleiçoes.

Em dado momento abrimos o jornal e lá esta o Sandro do Pinto sendo preso, a notícia por si só é engraçada, não sou amigo do candidato, mas conheço-o há uns 10 anos, pois todo o final de mês quando do pagamento dos servidores Municipais, lá estava ele distribuindo pintos, um dia invocado com aquela cena perguntei: - Ei, porque ele faz essa distribuição? Responderam-me que o mesmo era dono de uma granja e como a produção era muito grande ele fazia esse gesto.

Com certeza alimentou muita gente com seus milhares de pintos, no entanto lá podia distribuir, hoje não poooooooooooooooooode!

Ai navegando na Internet, vejo que o Pinto, digo, o Sandro tá solto e continua na batalha por uma vaga na Câmara de Vereadores, ai passam os dias vou lá e vejo que o Pinto foi cassado, ai me sento para o horário eleitoral e quem aparece? O Pinto, digo, o Sandro, e ai eu pergunto o pinto, digo, o Sandro, ta dentro ou ta fora dessa eleição?

Não sei, e talvez nem voce saiba.

Outro candidato, o Silveira , que não distribuia nada e que nem pinto tinha para distribuir, parece que foi pego entregando panfletos antes da hora, hora noticiam sua cassação e eu continuo vendo seus carros nas ruas, vendo-o no horário eleitoral, afinal o Silveira ta dentro ou tá fora dessa eleição?

No dia seguinte em letras garrafais os matutinos anuncia sobre a cassação vice candidato(nem eleito foi, como pode ser cassado?), digamos que foi impedido de concorrer às eleições, entre o que se diz, tá lá escrito: A Coligação tem 10 dias para apresentar outro vice.

No entanto, já se passaram quinze dias e lá está o nome do infeliz, um tal de Leão, que confusão é essa nessa nossa tão tranquila terrinha?

- Afinal o Silveira, O Pinto e o Leão estão dentro ou fora dessa eleição?

Como se não bastasse o tira e põe de alguns candidatos, lá vem mais um magistrado dizendo que o atual prefeito candidato a reeleição tem que retirar todas as placas vermelhas existentes na cidade, mas continuo andando por ai e vendo que as placas, com exceção das arrancadas por temporais continuam intactas. Mas ai passa mais uns dias e leio no jornal, que outro magistrado conseguiu com que as placas continuassem onde estão.

Passam-se uns dias e lá vem outro magistrado dizendo que as placas vermelhas devem ser retiradas, conclusão , com esse tira e põe de Pinto, tira e põe de placas, ainda veremos todos em seus respectivos lugares no dia da eleição, porque isso aqui é Porto Velho e essa é a politica que ainda desfrutamos.

Vejo uma aberração que há dias é levada ao ar por uma Tv local com o nome: Momento Cidadão, onde são mostradas várias falhas de administradores espalhados pelo Brasil, no entanto, acho que tal programa denigre um pouco o candidato a reeleição, pois ontem na fila de um posto de Saúde, ouvi o comentário de uma senhora dizendo: - Fulana voce viu ontem no Jornal aquela história do buraco que engoliu uma criança? E outro logo diz: - Voce acha que vou votar num homem com um buraco desse tamanho que engole até crianças?

Tentei explicar, não pedindo voto, mas na tentativa de conscientizá-los que aquilo era um programa da Rede Globo com intúito de alertar a população sobre a importância do Voto. Mas senti que muitos ali achavam que tal programa mostrava Porto Velho, isso nenhum magistrado viu? As imagens realmente não recebem caracteres, não anúnciam o nome do lugar.

Cadê o TRE? Cadê os cartórios eleitorais?

Vemos que programas eleitorais são retirados do ar constantemente, e cada vez por um motivo diferente, mas o que mais me assustou foi o programa retirado do ar por ter aparecido o nome das pessoas que davam seu depoimento.

E isso me intrigou muito pois desde criança aprendi que  quando assinamos um artigo, finalizamos uma carta, preenchemos uma proposta, lá no final nossa assinatura dá credibilidade ao que estamos assinando e declarando ali naquele momento e porque nas eleições não se pode dar o caráter a credibilidade?

Mostrar o nome de quem justifica uma denúncia infundada é mostrar a credibilidade de quem está ali afirmando que eram infundadas as denúncias.

Outro dia liguei no 148 para falar sobre um carro de som ligado na maior altura num sinal de trânsito, onde moças e rapazes agitavam bandeiras de um candidato, a telefonista do 148 me informou que aquilo não era papel deles, pois eu deveria ligar num cartório eleitoral e fazer a denúncia.

Gente, cadê a democracia desse pais? Cadê a democracia desse Estado? Eu ligo para fazer uma denúncia e dizem que tenho que ligar em outro número?

Não, definitivamente pra mim isso tem outro nome: Bagunça!

Espero que nosso pleito eleitoral seja de calma no dia da eleição e espero ainda poder rir muito com as promessas feitas na Tv: Vou fazer uma terceira via para ônibus na 7 de Setembro (talvez começando pelas nádegas e terminando pela cabeça oca de tal irresponsável), vou abrir uma creche em cada igreja (haja criança, porque igrejas já têm o bastante), vou criar o passe livre! Vou criar a Faculdade Estadual (Pra que se nem nossa Federal vai bem das pernas?), Vou tratar a agua que é levada até voce (como um municipio como Porto Velho pode afirmar tal feito?) e por ai vai, ai saio nas Ruas e vou ouvindo as conversas, me fazem rir mais, para prefeito na boca do povo temos o Candidato Pó de Arroz (que só aparece maquiado e desnorteado pois vive atrás de saber onde fica a capital de Rondônia), o Candidato Pinóquio (que mente mais que o homem da cobra), O Candidato Pateta (quero mandar um abraço pra ma mãe e pro pa pai....seu tempo acabou) e até o Candidato Piu Piu (cabeção e bigodinho) rsrsrsrsrsrsrs e por ai vai.

Volto pra casa e me sento para mais uma sessão eleitoral e pasmem, lá tá o Pinto, digo, Sandro, o Silveira e o Leão e ai deixo aqui meu último questionamento pra quem quizer pesquisar: O Pinto, o Leão e o Silveira tão dentro ou tão fora dessa eleição?

Eu não sei ,  mas pelo que parece  estão querendo é gozar com nossa cara.

Comigo não violão!


Rondon Rony da Silva - Professor
Analista de Projetos
Rondoniense por Opção

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.