Porto Velho (RO) quarta-feira, 24 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Descanse em paz Ricardo Boechat


Descanse em paz Ricardo Boechat  - Gente de Opinião

O Brasil está de luto pelo passamento prematuro do grande  jornalista Ricardo Boechat, âncora do Jornal da Band e da Band News FM. Todo os dias acordávamos antes da 7:30 da manhã para ouvir seu programa na Band  News FM e a noite o Jornal da Band. Indubitavelmente ele foi nos últimos anos  o principal âncora do rádio e da tevê brasileira, razão porque era cobiçado, admirado e festejado,  por todos os donos dos principais canais de rádio e da tevê brasileira. O único jornalista que tinha peito de falar da escravidão moderna, de um sindicato que usurpa vergonhosamente papel do Estado MEC, para impor sua máquina caça-níqueis. Ele deixou um legado valoroso. Ricardo Boechat, vai ser muito difícil substituir  o profissionalismo, a credibilidade  que você tão bem emprestou  ao jornalismo brasileiro. Que multipliquem  jornalistas  épicos, homéricos, probos, portadores dos caracteres invejáveis, como este que acaba de nos deixar para que os órgãos entidades e instituições possam encontrar remédios, complementos e suplementos, capazes de encurtar os caminhos entre o desejável e o alcançável. Descanse em paz meu mestre Ricardo Boechat.  À  família enlutada aceite as minhas condolências.

 

Vasco Vasconcelos,

escritor e jurista

Brasília-DF  

e-mail: vasco.vasconcelos@brturbo.com.br

Mais Sobre Opinião

A corrupção gigante das hidrelétricas

A corrupção gigante das hidrelétricas

Quatro das maiores obras da história republicana brasileira foram construídas na Amazônia.

Dominados pelo ódio

Dominados pelo ódio

Em política, ao menos, o brasileiro nada tem de cordial

CASO TÓFOLI: As confusões do relator

CASO TÓFOLI: As confusões do relator

A Constituição Brasileira "consagra a plena liberdade de expressão, sem censura prévia e com possibilidade de responsabilização posterior", de maneira

Cala a boca não morreu

Cala a boca não morreu

Pensar antes, sempre: “que vantagem Maria leva?”