Porto Velho (RO) terça-feira, 20 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Damous: 'Brasil está atolado em buraco moral sem precedentes'


 Gente de Opinião

Rio 247 - O deputado Wadih Damous (PT-RJ), em discurso na Câmara, enfatizou a anarquia hoje existente no Poder Judiciário com quebra de hierarquia, juízes se comportando como militantes político-partidários e citou que o maior exemplo nesse sentido é o ministro Gilmar Mendes, do Tribunal Superior Eleitoral.

"O ministro faz o que bem entende, fala o que bem entende.... Gilmar Mendes agora está comandando o desmanche da Justiça Eleitoral. Só no Rio de Janeiro serão extintas, se a decisão do Ministro Gilmar Mendes prevalecer, 113 Zonas Eleitorais. Isso é pelo Brasil afora", denunciou.

Wadih Damous disse que não está apenas se solidarizando com os funcionários da Justiça Eleitoral, mas preocupado com a democracia brasileira. "Como é que nós vamos desmanchar a espinha dorsal do processo eleitoral brasileiro, que é a Justiça Eleitoral?", considerou. Para ele, "temos que colocar outras entidades da sociedade civil para barrar mais essa responsabilidade que grassa no Brasil desde que foi dado o golpe contra a Presidenta Dilma Rousseff", disse.

"Infelizmente o Brasil vive hoje talvez o pior momento da sua história. Desgovernado, comandado por uma camarilha, o País está se desmanchando nos mais diversos setores, na universidade, no ensino médio, na entrega das nossas riquezas, no desmanche de direitos e a corrupção correndo à solta. Esse é o País que está atolado em um buraco político, econômico e moral sem precedentes na nossa história", finalizou. (Com informações do PT na Câmara)

Mais Sobre Opinião

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.

Brasil,  192 anos dos Cursos  Jurídicos  Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

Brasil, 192 anos dos Cursos Jurídicos Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

O Brasil, último país a acabar com a escravidão tem uma perversidade intrínseca na sua herança, que torna a nossa classe dominante enferma de desigual