Porto Velho (RO) domingo, 29 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Opinião

Bresser: Lava Jato terá que acabar em algum momento


Bresser: Lava Jato terá que acabar em algum momento - Gente de Opinião

A Troca que o Poder Judiciário Está nos Oferecendo

Por Luiz Carlos Bresser Pereira, em seu Facebook

A operação Lava Jato terá que terminar em algum momento. Não porque todos os corruptos do Brasil foram por ela acusados e processados (isto é loucura), mas porque ela já foi além do razoável no desrespeito aos direitos dos cidadãos. Prisões visando forçar a delação, todos os depoimentos prestados de maneira coercitiva, vazamentos propositados, desmoralização deliberada das pessoas, acusações genéricas contra pessoas determinadas, um forte viés contra o PT (sim, cujos pecados foram grandes), a tese absurda que Lula é "o principal beneficiário da Lava Jato" a partir de "provas" vazias de conteúdo - esse é o custo que os brasileiros estão pagando por uma boa coisa: a descoberta de um grande esquema de corrupção na Petrobras. Essa é a troca que o Poder Judiciário está nos oferecendo. Enquanto ela implicava e o julgamento e condenação dos principais responsáveis, foi uma boa troca; a partir do momento que passou a se basear em "convicções" de procuradores e um juiz, deixou de sê-lo.

Ontem a Folha publica uma excelente entrevista de professor de Harvard, John Comaroff, propõe a substituição do juiz Sergio Moro que, ao presumir a culpa de Lula, não está agindo com isenção. Diz ele, entre outras coisas: 

"Ao vazar conversas privadas, mesmo que envolvam 20 pessoas, se Lula está entre elas, você sabe que é dele que a mídia falará. Isso é 'lawfare'. Você manipula a lei e cria uma presunção de culpa".
"O país [o Brasil] possui um sistema legal robusto. Não há necessidade de se violar a lei."

A desmoralização deliberada dos políticos de todos os partidos que a operação Lava Jato está realizando ao procurar criminalizar não só o que foi propina, mas também o que foi mero caixa 2 - uma prática generalizada na política brasileira - é um desserviço à democracia. Essa é uma das maneiras através das quais as elites econômicas que têm medo da democracia procuram neutralizar sua ação, usando para isto a grande mídia e, agora, o Judiciário. Este, porém, tem suficiente independência para dar um basta ao abuso aos direitos civis que está ocorrendo no Brasil.

http://bit.ly/2fn2jgv

Mais Sobre Opinião

A cidade foi a grande ausente no debate

A cidade foi a grande ausente no debate

Se o Ibope estiver certo em sua aferição, o prefeito Hildon Chaves (PSDB) vai permanecer por mais quatro anos no comando do município de Porto Velho

Hildon Chaves deverá vencer as eleições muito facilmente, se a Cristiane não se reposicionar junto aos eleitores

Hildon Chaves deverá vencer as eleições muito facilmente, se a Cristiane não se reposicionar junto aos eleitores

Até o momento, ao que tudo indica, parece que a definição sobre quem será o próximo prefeito ou prefeita de Porto Velho é “favas contadas”. O atual

Respeito a decisão do Vinícius, mas não concordo

Respeito a decisão do Vinícius, mas não concordo

Recebi de um amigo um vídeo em que o candidato à prefeitura de Porto Velho, Vinicius Miguel - em quem votei no primeiro turno da eleição de domingo (1

Os náufragos de 2020

Os náufragos de 2020

Não foi apenas o presidente Jair Bolsonaro que saiu perdendo nas eleições municipais de 2020. A esquerda foi massacrada nas urnas. Exemplo disso é o