Porto Velho (RO) sábado, 11 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Opinião

'Ativismo do Judiciário' está levando a 'quase uma criminalização da atividade empresarial'


'Ativismo do Judiciário' está levando a 'quase uma criminalização da atividade empresarial' - Gente de Opinião

247 - O presidente do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (IEDI), Pedro Wongtschowski, fez uma crítica contundente ao que chamou de “demonização” do BNDES. Ele diz que o “ativismo do judiciário” e a “insegurança jurídica” no país está levando a “uma criminalização da atividade empresarial”. Segundo o Wongtschowski, o IEDI vai encaminhar aos candidatos à Presidência um documento com as diretrizes reformuladas do setor.

Pedro Wongtschowski concedeu uma entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo e comentou a situação do setor industrial diante do momento eleitoral. Sobre as propostas dos candidatos para a indústria, ele disse: "os candidatos não dão relevância nos seus planos à questão industrial. O agronegócio está em moda, justificadamente, responde por parte importante do superávit comercial. No entanto, não existe se não estiver cercado de indústria. Acho que esta relevância, como empregador, pagador de impostos, viabilizador de agronegócio e do setor de serviços, não é suficientemente visível para que a opinião pública e os candidatos deem ao setor o peso nas suas campanhas."

Wongtschowski ainda comenta sobre a ação do setor industrial diante de tanto imobilismo do gerno federal: "indústria vai investir quando existirem três fatores: condições macroeconômicas adequadas, demanda e quando não houver mais capacidade ociosa significativa no setor. Hoje há um volume grande de capacidade ociosa na indústria por causa da recessão, não existe demanda e as condições macroeconômicas não são favoráveis. Das três (condições) necessárias, nenhuma está satisfeita. Há ainda o problema de infraestrutura adequada para escoar a produção, que também não foi atendido. Caso o cenário mude ano que vem, os investimentos vão retomar. Não é uma decisão política, é uma questão de existência das condições objetivas."

Mais Sobre Opinião

O cúmulo da insensibilidade

O cúmulo da insensibilidade

A insensibilidade parece não ter limites no comportamento de certos dirigentes públicos, principalmente no Estado de Rondônia. Como justificar a cri

União pelo Brasil. Respeito ao sufrágio das urnas, a independência dos poderes e as prerrogativas constitucionais do presidente da República Jair Bolsonaro

União pelo Brasil. Respeito ao sufrágio das urnas, a independência dos poderes e as prerrogativas constitucionais do presidente da República Jair Bolsonaro

“Brasil acima de tudo, Deus acima de todos” Preliminarmente quero deixar patenteado o meu respeito pelo Pretório Excelso, e sua plêiade de minist

Liberação de vídeo da reunião somente fortalece Bolsonaro

Liberação de vídeo da reunião somente fortalece Bolsonaro

Os adversários e a imprensa vão utilizar trechos e distorcer tudo, mas, reunião somente revela que presidente somente se importa em melhorar o paísO

Brasil. Os 132 anos da abolição da escravidão  X  26 anos de trabalho análogo a de escravos, a escravidão moderna da OAB

Brasil. Os 132 anos da abolição da escravidão X 26 anos de trabalho análogo a de escravos, a escravidão moderna da OAB

No próximo dia 13 de maio, o Brasil estará completando os 132 anos da abolição da escravidão. Foi um marco para nossa história, graças às reações