Quinta-feira, 30 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Opinião

A polícia não pode resolver tudo sozinha


Valdemir Caldas - Gente de Opinião
Valdemir Caldas

Quando o assunto é segurança pública, logo aparecem alguns apressadinhos atribuindo às instituições policiais a responsabilidade pelo atual estado de insegurança a que está exposto à população de Porto Velho. A violência está presente nos quatro cantos do país. Não é apanágio (maldito apanágio!) da capital do estado de Rondônia. Trata-se de um fato incontestável. Agora, querer jogar nos ombros dos organismos policiais a responsabilidade pelo quadro de intranquilidade reinante no seio da população de portovelhense, é, no mínimo, uma atitude irresponsável com a qual não se pode aceitar, sem protestar.

Inúmeros são os fatores que contribuem para a violência. Assinalo alguns: 1) o temor ao Senhor é um sentimento cada vez mais ausente em muitos corações, pois a pessoa que teme a Deus é sábio, e a inteligência está em afastar-se do mal, como ensina o livro de Jó, 28:28; 2) instabilidade econômica, causadora dos elevados índices de desemprego, e a desigual distribuição de renda; 3) o êxodo rural desordenado e sem planejamento urbano da nossa cidade, proporcionando o aparecimento de bairros miseráveis, sem as mínimas condições de habitabilidade; 4) a degradação moral da grande maioria dos nossos políticos, corroídos pelo vírus da corrupção; 5 um Código Penal arcaico, que prima pela prisão, pura e simples, sem qualquer preocupação com uma estrutura adequada do sistema penitenciário, entre outras causas.

As instituições policiais têm seus defeitos, pois são constituídas por pessoas. E pessoas erram. Afinal, perfeito só Deus. Mas, com certeza, a polícia é a instituição mais exposta às críticas. Isso porque é uma característica da nossa cultura cobrar por soluções sem procurar conhecer as origens do problema. E, o que é pior, mesmo conhecendo as causas, não procuramos fazer absolutamente nada para superá-las. Em conclusão, é mais fácil apontar o dedo na direção do outro do que ter humildade para assumir nossas próprias fraquezas. É ilusão pensar que o combate à criminalidade depende de uma ação isolada dessa ou daquela instituição policial, mas do esforço conjunto do governo e da sociedade. Uma policia bem estruturada pode produzir bons resultados para a sociedade, mas não pode resolver tudo sozinha.

Gente de OpiniãoQuinta-feira, 30 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Congresso deixou governo Lula de cócoras

Congresso deixou governo Lula de cócoras

O Congresso tem-se aproveitado da desorganização do governo Lula para impô-lo sucessivas derrotas, como a que aconteceu no início dessa semana, quan

Sangue novo, vampiros e cuequeiro

Sangue novo, vampiros e cuequeiro

As eleições para a Câmara de Vereadores de Porto Velho se têm caracterizado, de tempos a este, pela presença de políticos bastantes conhecidos da po

Prometer e não cumprir é o esporte preferido de muitos políticos

Prometer e não cumprir é o esporte preferido de muitos políticos

Por mais que nos esforcemos para acreditar no que dizem alguns políticos, não adianta, com o tempo, eles próprios se encarregam de nos lembrar que f

Entre a ilusão e a realidade, brilha a verdadeira vida

Entre a ilusão e a realidade, brilha a verdadeira vida

Era uma vez uma mulher chamada Maria que passava grande parte da sua vida entre o adormecer e o acordar. Nos seus sonhos, Maria encontrava mundos

Gente de Opinião Quinta-feira, 30 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)