Porto Velho (RO) sexta-feira, 4 de dezembro de 2020
×
Gente de Opinião

Opinião

A Incrível História de Matis Nagi - Por Antônio Pagliosa


 
Deus criou o homem para viver com ele no paraíso, em perfeita harmonia e por toda eternidade.
Porém, quando o pecado entrou no mundo, o homem que havia sido criado para viver em constante comunhão com Deus, foi separado e expulso do paraíso, e o anseio de toda e qualquer pessoa sobre a face a terra é voltar para Deus.

Mas há um inimigo entre o homem e Deus... Um inimigo insaciável e o obstinado a nos destruir... E ele é muito esperto... mais do que supomos.

No ano de 1919, Matis Nagi era casado e sua esposa era fiel membro da congregação de uma Igreja Cristã no inteiro do estado Michigan, USA, mas seu coração estava em trevas e Matis vivia em completo desacordo. Ele odiava a igreja com todas as suas forças.

Com frequência Matis era dominado pelas forças do mal, e ele era levado a fazer coisas bizarras, como jogar-se do alto de sua casa de cabeça para baixo, sem se machucar.

Forças demoníacas o dominavam, e Matis, mesmo sendo alertado pelas pessoas da Igreja que aquele caminho que estava trilhando o levaria a destruição, ele ria debochava e desdenhava de todos.

Numa certa noite, num violento acesso de raiva, Matis entregou-se ao poder que o havia influenciado durante anos. Tudo o que se passou em sua vida após esta noite foi apagado de sua mente, e o poder do demônio passou a domina-lo totalmente. Nessa noite, possesso do demônio, Matis assassinou a sangue frio sua mãe e seus três filhos.

Sua esposa não morreu porque tinha ido a cidade fazer comprar, e quando retornou já noite, a tragédia já acontecera. Sem descer da carroça ela viu Matis coberto de sangue com os olhos distantes e vazios. Então um sentimento de inquietação a dominou, e ela com muito medo deu meia volta e foi pedir socorro.

Bem, Matis foi preso e depois transferido para uma clinica de doentes mentais. O médico informou a senhora Nagi, que seu marido era um doente incurável e que sua condição iria piorar a cada dia.

Por ocasião do culto fúnebre de sua sogra e das três crianças a senhora Nagi, disse: “Que tristeza ter sido eu roubada de meus três amados filhos... E mais triste ainda é saber que meu marido se tornou escravo do diabo e que Satanás é o vencedor.”

O pastor da igreja respondeu: “Não Nagi, Satanás não é vencedor! Esta é uma vitória aparente, afinal sua sogra amava a Deus e agora esta salva com ele. O mesmo ocorre com seus três filhos e quanto a seu marido, existe esperança de arrebatá-lo do poder de Satanás através da oração e através da nossa fé. E nós faremos isso em nome de Jesus.”

E a igreja deixou o desespero de lado, e passou a orar e interceder pela vida de Matis Nagi. Todos dobraram seus joelhos e oraram com fervor.

Depois de um tempo o Pastor daquela Igreja foi tomado pela certeza que Matis estava livre de Satanás e foi visitar Matis no asilo. O médico chefe o comunicou: “Eu não entendo esse caso, ocorreu uma mudança radical com Matis. Agora ele parece estar completamente normal... Um milagre aconteceu aqui.

Minutos depois Matis foi trazido a presença do pastor de sua Igreja, e quando o viu, correu para ele, implorando: ”Por favor Pastor John, me diga o que ocorreu! Não posso acreditar no que estão me dizendo... é que no dia anterior, instantaneamente lhe voltaram os sentidos... Ele não lembrava que havia assassinado sua mãe e seus filhos.

E o pastor John, lhe contou tudo... E Matis caiu em pranto soluçando, transtornado pelo sofrimento pois era homem que amava sua mãe e seus filhos.

Todavia, Deus é incrivelmente misericordioso e sua misericórdia transforma tragédia em triunfo, derrotas em vitorias. Através da oração Jesus quebrou as correntes que aprisionavam Matis Nagi a Satanás e por causa desta libertação milagrosa algo mudou em seus espirito. Ele se arrependeu de sua rebelião rendeu-se a Jesus Cristo e se tornou um verdadeiro filho de Deus. Foi salvo e foi cheio do Espirito Santo.

Mais de 20 anos depois o Pastor John, ministrando em Detroit, antes de encerrar o culto convidou os fiéis a falarem o que Deus havia feito em suas vidas. Foi então que um homenzinho idoso se levantou e disse: “Se alguém tem motivos para louvar o Senhor, este alguém sou eu.”

Era Matis Nagi, já velhinho e de cabelos brancos. Com lagrimas nos olhos que rolavam pela sua face, Matis citou o Salmo 40:2-3: “Tirou-me de um poço de perdição, de um tremedal de lama; colocou-me os pés sobre uma rocha e me firmou os passos e me pôs nos lábios, um novo cântico um hino de louvor ao nosso Deus; muitos verão estas coisas, temerão e confiarão no Senhor.”

Queridos, essas coisas Deus permite que aconteçam para sua própria glória. Nós ouvimos e nos maravilhamos porque Deus realmente nos ama... Nos ama muito além da conta... Bem mais do que podemos imaginar.

Chácara Quinta do Sol, 14 de novembro de 2017


A Incrível História de Matis Nagi - Por Antônio Pagliosa - Gente de Opinião

João Antonio Pagliosa
www.palestrantejoaopagliosa.blogspot.com.br

Mais Sobre Opinião

O tribunal europeu (TEDH) dá andamento à queixa "Acção Climática" das crianças portuguesas + Restauração de Portugal independente

O tribunal europeu (TEDH) dá andamento à queixa "Acção Climática" das crianças portuguesas + Restauração de Portugal independente

O TRIBUNAL EUROPEU (TEDH) DÁ ANDAMENTO À  QUEIXA “ACÇÃO CLIMÁTICA” DAS CRIANÇAS PORTUGUESASNo rescaldo de Pedrogão Grande onde o Fogo matou 110 Pessoa

Começou a batalha pela presidência da Câmara em Porto Velho

Começou a batalha pela presidência da Câmara em Porto Velho

Acirra-se a briga pela presidência da Câmara Municipal de Porto Velho. O atual presidente Edwilson Negreiros está articulando um grupo forte para gara

Sua Excelência a abstenção

Sua Excelência a abstenção

Independente de quem saía consagrado das urnas no segundo turno do pleito para a prefeitura de Porto Velho (Hildon Chaves ou Cristiane Lopes), certo

A cidade foi a grande ausente no debate

A cidade foi a grande ausente no debate

Se o Ibope estiver certo em sua aferição, o prefeito Hildon Chaves (PSDB) vai permanecer por mais quatro anos no comando do município de Porto Velho