Porto Velho (RO) terça-feira, 7 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Pressionado, Mubarak sinaliza acordo com a oposição



 Da BBC Brasil

Brasília – Sob pressão da comunidade internacional e da população do Egito, o presidente Hosni Mubarak sinaliza que quer um acordo com a oposição para encerrar 12 dias de protestos no país. O ministro das Finanças egípcio, Samir Radwan, disse que o vice-presidente Omar Suleiman vai se reunir com oposicionistas na tentativa de acabar com a crise. Não há detalhes sobre o encontro.

O principal grupo de oposição no Egito, a Irmandade Muçulmana, informou estar pronto para negociar com o governo, desde que haja um acordo por escrito sobre a realização de uma reforma política dentro de um cronograma específico. Em uma declaração, divulgada ontem (3) à noite, a organização informou que não há exigência alguma a ser feita ao presidente.

Outro líder do movimento oposicionista, o Nobel da Paz Mohamed ElBaradei não confirmou presença nas reuniões. Segundo o ministro das Finanças egípcio, a transição de poder no Egito começou quando o presidente Hosni Mubarak disse que não concorrerá à reeleição em setembro, e que se dispõe a transmitir o poder ao sucessor em dezembro.

"É o início da criação de um processo que vai garantir uma transição de poder sem solavancos e sem cair na armadilha de um cenário de caos", afirmou Samir Radwan.

De acordo com analistas, a participação do maior grupo de oposição do país em conversas com o governo pode ajudar a resolver o impasse no Egito, mas ainda não se sabe se os jovens manifestantes que vêm liderando os protestos nas ruas apoiariam uma negociação enquanto o presidente se mantém no cargo.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, apelou na sexta- feira (4) por "um processo de transição ordenada que comece imediatamente" no Egito. Obama disse também que Mubarak deve ouvir a população. "Ele precisa ouvir o que está sendo dito pela população e fazer um julgamento sobre um rumo a tomar que seja ordenado, significativo e sério", disse Obama. "Nós queremos ver este momento de turbulência se transformar em um momento de oportunidade. O mundo inteiro está assistindo".

Para a União Europeia, o processo de transição deve começar imediatamente. “O Conselho Europeu está acompanhando com grande preocupação a piora na situação do Egito”, disse um comunicado assinado por 27 líderes do bloco. “Todos os partidos devem se moderar, evitar violência e começar uma transição ordeira para um governo de base ampla”.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia