Porto Velho (RO) sábado, 4 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Presidente da Ucrânia dissolve parlamento e convoca novas eleições


Agência O Globo SÃO PAULO - O presidente da Ucrânia, Viktor Yushchenko, anunciou hoje em rede de televisão local a dissolução do parlamento do país e a convocação de eleição antecipada. A decisão se deve à interpretação de que o primeiro-ministro ucraniano, Viktor Yanukovych, estaria violando a Constituição para aumentar sua base aliada no parlamento e tomar decisões que poderiam contraria a lei do país. "Eu dissolvi o Parlamento não por ser meu direito, mas por ser minha obrigação", disse o presidente após passar sete horas reunido com líderes parlamentares. "O parlamento atual está violando a Constituição". As próximas eleições devem ocorrer no dia 27 de maio. Yushchenko e Yanukovych estão na disputa pela formação da república ucraniana desde a eleição de janeiro de 2005, quando Yushchenko venceu o pleito que reinstaurou a democracia no país, mas teve que acatar o rival como primeiro-ministro, dado que não obteve maioria no Parlamento. O principal ponto de divergência entre os dois diz respeito às intenções de cada um em relação à política externa. Enquanto o presidente Yushchenko é defensor de uma maior proximidade da Ucrânia com a União Européia, Yanukovych pressiona por ligações mais fortes com a Rússia e os países do leste. O presidente ucraniano já havia ameaçado fechar o parlamento no ultimo dia 29 de março, devido à movimentação dos parlamentares de oposição, incluindo alguns de seu próprio partido, rumo à expansão da coalizão que é contrário às políticas de governo e teria votos suficientes para forçar uma um renúncia de Yushchenko. (Valor Online, com agências internacionais)

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia