Porto Velho (RO) terça-feira, 31 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Papa pede 'humanidade' para fim do conflito no Oriente Médio



Durante oração dominical, Bento XVI pediu 'sabedoria de todos que têm alguma responsabilidade sobre situação'
 

CIDADE DO VATICANO - O papa Bento XVI condenou neste domingo, 28, os ataques de Israel contra os palestinos e pediu que a comunidade internacional ajude a solucionar o conflito, privilegiando sempre o diálogo e as negociações. "Peço uma amostra de humanidade e de sabedoria de todos aqueles que têm alguma responsabilidade sobre esta situação", declarou.    
 
Os ataques que começaram no sábado já deixaram 282 mortos e cerca de 900 feridos. Esta é a mais sangrenta operação israelense contra palestinos desde a Guerra dos Seis Dias, em 1967. Dos 900 feridos, aproximadamente 120 se encontram em estado crítico, e o número de vítimas pode aumentar nas próximas horas, informou o responsável do serviço médico de emergências em Gaza, Moawiya Hasanein.
 
"Peço que a comunidade internacional que não deixe de tentar nenhuma via para ajudar os israelenses e os palestinos a sair deste beco escuro e a não se entregarem à lógica perversa do enfrentamento e da violência", disse o pontífice durante a tradicional oração dominical.
 
"Estou profundamente triste pelos mortos, feridos, danos materiais, sofrimentos e lágrimas dos povoados que foram vítimas desta trágica série de ataques e represálias", afirmou.

"A pátria terrena de Jesus não pode seguir sendo testemunho de tanto derramamento de sangue, que se repete sem fim", acrescentou Bento XVI, que pediu à Sagrada Família que ajude a levar a paz à
Terra Santa.
 
Segundo o papa, a Terra Santa - que "se viu golpeada de novo por uma explosão de inaudita violência", segundo suas palavras - está nos pensamentos e corações dos fiéis católicos de tods as partes do mundo.

Fonte: EFE

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia