Porto Velho (RO) segunda-feira, 30 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Obama diz que não enviará tropas ao Iraque e estuda opções


 Da Agência Lusa*

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse hoje (13) que não vai enviar forças terrestres para o Iraque e que estuda outras opções para combater a ofensiva sunita no país árabe.

“Não vamos enviar tropas americanas de volta para o combate no Iraque, mas pedi à minha equipe de segurança nacional que prepare outras opções que possam ajudar as forças de segurança iraquianas”, acrescentou.

Em uma declaração sobre a situação no Iraque, Obama advertiu, contudo, que cabe àquele país sanar as suas divisões.

Em Londres, o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, apelou aos dirigentes políticos iraquianos para "permanecerem unidos", em resposta ao avanço dos combatentes jihadistas, que ameaçam tomar a capital, Bagdá, depois de terem tomado várias províncias. "Está na hora de os dirigentes iraquianos se unirem e se mostrarem unidos", disse Kerry, em entrevista coletiva.

Enquanto isso, o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Turquia aconselhou os cidadãos turcos a abandonarem as regiões iraquianas diretamente ameaçadas pelos combates que entre jihadistas e o Exército, incluindo a capital. "Recomendamos aos nossos cidadãos, para sua própria segurança, que saiam mediatamente de Mossul, Kirkuk, Salahuddin, Diyala, Anbar e Bagdá, onde o conflito e a insegurança são mais violentos, assim como aconselhamos que não ofereçam resistência e se rendam”, diz nota divulgada pelo ministério na internet.

Agência Brasil com informações da Agência Lusa

 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia