Porto Velho (RO) sexta-feira, 12 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Morales nega mudanças no Governo



"A reunião não é para dizer se ela funciona ou não funciona. É para garantir o investimento público", disse Morales, antes da abertura da reunião em um hotel fora da cidade de La Paz.

Vários sindicatos e organizações sociais pediram Morales para mudar alguns dos seus ministros, principalmente aqueles de Economia e Finanças Luis Arce, e de Hidrocarbonetos, Fernando Vincenti, mas o presidente tem repetidamente rejeitado os pedidos.

Os grupos alegaram que essas autoridades são responsáveis pelos últimos conflitos sociais vivido no país na semana passada e por um forte aumento nos preços dos combustíveis, mas que foi revogada uma semana depois, por pressão social.

Um dos líderes sociais, o líder aymara Rafael Quispe, líder do Conselho Nacional de Qollasuyu Ayllus e Markas (CONAMAQ), disse que, após a chamada "gasolinazo, Morales teve de mudar a maioria dos ministros para evitar ser condenado a "afundar como o Titanic."

Morales assumiu essa responsabilidade pessoal na semana da decisão do aumento do custo do combustível que ele justifica como necessária para a economia do país, mas também senti que era a hora certa de aplicar.

Fonte: Tempo
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe