Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Mãe é acusada de prender em jaula filho que sujava cama



BBC Brasil

Kathlyn Anthony, de Old Saybrook, em Connecticut, disse à polícia que o menino "urinava e defecava no colchão a ponto de ele não poder mais ser usado" e que ela acreditava que ele "fazia isso de propósito".

Anthony, de 54 anos, disse ainda ter procurado ajuda para lidar com o comportamento do filho diversas vezes, sem sucesso.

Segundo as alegações, ela teria passado a colocar o menino para dormir em uma jaula para cachorros medindo 90 cm x 55 cm x 76 cm no porão da casa da família por períodos de até duas semanas.

'Armário de dormir'

Nos documentos apresentados no tribunal, Anthony chama a jaula de "cubículo" ou "armário de dormir" e afirma ter tornado o local "divertido" colocando bichinhos de pelúcia dentro dele.

Ela também teria dito a policiais que deixava a porta fechada, mas não trancada, uma versão que teria sido contestada por uma irmã do menino, que disse que ele "não conseguia sair quando dormia na jaula, porque a porta estava fechada e trancada".

Segundo o jornal The Day, a situação foi descoberta depois que a irmã do menino disse na escola que estava cansada porque ficou levantando durante a noite para tirar o irmão de seu "armário de dormir".

Documentos oficiais indicam que nas duas semanas desde que ele foi retirado de casa, o menino teria feito xixi na cama duas vezes e estaria tendo uma ótima semana, de acordo com informações do canal de TV WTNH.

A polícia de Old Saybrook não divulgou a idade nem o nome da escola que o garoto frequenta para proteger sua identidade.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia