Porto Velho (RO) quarta-feira, 19 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Macarrão e pão ficarão mais caros por culpa da Argentina


Maria Fernanda Blaser, Agência O Globo SÃO PAULO - Uma medida tomada pelos argentinos vai afetar diretamente o bolso dos brasileiros. O governo vizinho decidiu suspender a exportação de trigo para o Brasil, o que provocará alta de até 30% nos preços do pão, biscoitos, macarrão a partir de maio. - O Brasil só produz um terço do trigo consumido. E 95% do trigo importado é argentino - explica o proprietário do Moinho Pacífico, Lawrence Pih. Sem o trigo da Argentina, os produtores de farinha serão obrigados a comprar grão de países como Estados Unidos e Canadá. - O problema é que o trigo importado desses países paga imposto de importação de 10% e tarifa de 25% de transporte - acrescenta. No próximo mês, o empresário prevê alta entre 5% e 7% nos preços. - Por causa da suspensão argentina, o mercado reagiu e os preços subiram. O presidente da Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo), Samuel Hosken, é ainda mais pessimista. - Se o Governo brasileiro não isentar o grão de impostos e taxas, o trigo pode ter alta de até 30%. O presidente do Sindicato das Padarias, Antero Pereira, diz que ainda não tem previsão de alta no preço do pão. - Vou esperar a alta na farinha para estudar o repasse.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

A variante Delta do novo coronavírus é "altamente preocupante", à medida que a mutação tem se espalhado para quase 20 países nas Américas, disseram