Porto Velho (RO) quarta-feira, 23 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Índice de preços na China cresceu 2,7% em fevereiro


Agência O GloboSÃO PAULO - O índice de preços ao consumidor na China subiu 2,7% em fevereiro em relação a um ano atrás, conforme o Departamento Nacional de Estatísticas do país. O resultado ficou acima daquele apurado em janeiro, de 2,2% de aumento, mas acabou inferior ao projetado por muitos analistas, que esperavam 2,9% de incremento.A aceleração foi conseqüência dos custos alimentícios mais elevados. Na avaliação dos economistas, porém, este avanço nos alimentos pode ser uma "anomalia estatística" associada com as celebrações do Ano Novo Lunar chinês, quando esses produtos ficam mais caros para atender à demanda durante a celebração.(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

Mais Sobre Mundo - Internacional

ALERTA: Mídias sociais elevam depressão entre meninas, diz pesquisa

ALERTA: Mídias sociais elevam depressão entre meninas, diz pesquisa

Meninas adolescentes são duas vezes mais propensas que os meninos a apresentar sintomas de depressão em conexão ao uso das redes sociais, segundo estu

FRANÇA: Coletes amarelos retomam protestos; 101 pessoas são detidas

FRANÇA: Coletes amarelos retomam protestos; 101 pessoas são detidas

Os manifestantes conhecidos como coletes amarelos voltaram às ruas de várias cidades da França ontem (5) na primeira grande mobilização de 2019, que m

Embaixador de Israel afirma “Bolsonaro é o segundo Oswaldo Aranha”,

Embaixador de Israel afirma “Bolsonaro é o segundo Oswaldo Aranha”,

O embaixador do Israel no Brasil, Yossi Shelley, comparou, em entrevista exclusiva à Empresa Brasil de Comunicação (EBC), o presidente Jair Bolsonaro

Presidente chinês, Xi Jinping, diz que está disposto a trabalhar com Bolsonaro

Presidente chinês, Xi Jinping, diz que está disposto a trabalhar com Bolsonaro

O presidente da China, Xi Jinping, enviou uma carta ao presidente Jair Bolsonaro afirmando que está disposto a trabalhar com o novo governo brasilei