Porto Velho (RO) sexta-feira, 12 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Igreja estima que 37 mil peregrinos visitem Fátima


Gilberto Costa
Agência Brasil / EBC

Lisboa - Trinta e sete mil pessoas devem chegar até o fim do dia de hoje (13), a pé, à cidade de Fátima – interior de Portugal – para celebrar os 96 anos da aparição de Nossa Senhora. O número estimado de peregrinos é maior do que o do ano passado. Segundo a Igreja Católica, mais de 7 mil pessoas devem visitar o Santuário de Fátima este ano.

Em 13 de maio de 1917, três crianças – Lúcia de Jesus dos Santos (10 anos), Francisco Marto (9 anos) e Jacinta Marto (7 anos) – disseram ter visto Nossa Senhora pairando sobre uma árvore de azinheira.

Em torno da árvore se ergueu o santuário que, nas celebrações de hoje e de ontem (12), deve reunir peregrinos de 32 países. De acordo com a agencia de notícias Ecclesia, ligada à Igreja Católica, há 166 grupos de visitantes e, entre os peregrinos estrangeiros, os mais numerosos são brasileiros, italianos e poloneses.

O arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, preside a peregrinação internacional a Fátima. Na missa celebrada ontem no Santuário de Fátima, o arcebispo agradeceu aos portugueses pela fé transmitida aos brasileiros. Ele disse que no Brasil, em todas as cidades onde houve migração portuguesa, há “uma Igreja, um oratório, alguma referência a Nossa Senhora de Fátima”.

Apesar da forte herança lusitana, a Igreja Católica está preocupada com a redução no número de fiéis no Brasil. Segundo a agência pública de notícias de Portugal Lusa, houve diminuição de 1,6 milhão de fiéis em dez anos. Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o catolicismo se mantém como religião majoritária entre os brasileiros, a proporção caiu de 73,6% da população para 64,6% na última década. A porcentagem é inferior à verificada em outros países da Europa como Portugal, onde oito em cada dez habitantes se declaram católicos.

Segundo Dom Orani João Tempesta, “há uma conjugação de vários fatores” para a explicar a diminuição no número de fiéis católicos no Brasil, tais como a migração das pessoas das zonas rurais para as cidades.

Em dias de fé e peregrinação, a crise econômica em Portugal não foi esquecida. O bispo de Leiria-Fátima, Dom António Marto, disse que é necessário “um consenso básico fundamental” para sair da crise, evitar o aumento da pobreza na população e retomar o desenvolvimento do país.

A crise econômica, que já provocou o desemprego de mais de 950 mil pessoas em Portugal, causa turbulência política inclusive dentro do governo. De acordo com a  Agência Ecclesia, o bispo de Leiria-Fátima fez um apelo para que o país busque consenso. “É um apelo a todos os responsáveis – não só aos que estão no governo, mas aos de outros partidos – aos parceiros sociais e a todos os atores da vida social, para sentirem esta questão como sua, vendo que é todo o povo que sofre”, disse Dom António Marto.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe