Porto Velho (RO) terça-feira, 31 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Governo português orienta turistas a evitarem tumultos


Gilberto Costa
Agência Brasil / EBC

Lisboa – O Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal, equivalente ao Ministério de Relações Exteriores no Brasil, passou a orientar os turistas lusitanos a não se envolverem em “tumultos” relacionados aos protestos que ocorrem em diferentes cidades do Brasil.

O secretário de Estado das Comunidades, José Cesário, disse em entrevista, nesta manhã, à rádio TSF - emissora ligada ao grupo que edita o jornal Diário de Notícias, de Lisboa - que o governo está atento “à evolução da situação” e que “até ao momento, não há informação de qualquer problema que tenha implicado membros da numerosa comunidade que temos nos Brasil”.

Segundo dado do Observatório da Emigração, há cerca de 138 mil portugueses residentes no Brasil. Além da colônia numerosa, os portugueses estão entre os principais turistas que chegam ao Brasil. Dados do Ministério do Turismo, mostram que mais de 350 mil portugueses estiveram no Brasil biênio 2011-2012, o equivalente a mais de 10% do total de turistas europeus.

Assim como ocorre em outros países da Europa, a opinião pública lusitana acompanha pelos veículos de comunicação e pelas redes sociais as manifestações no Brasil, principalmente os incidentes com violência e as decisões do governo federal, como o cancelamento da viagem da presidenta Dilma Rousseff ao Japão.

Nesta semana, brasileiros residentes em Lisboa fizeram um ato em apoio às manifestações no Brasil. O ato ocorreu oito dias após a visita de Dilma Rousseff a Portugal.
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia