Porto Velho (RO) quinta-feira, 9 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Em discurso nos 70 anos da ONU, Dilma vai defender mudanças na entidade



Paulo Victor Chagas - Repórter da Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff embarcou ontem, às 19h05 de Brasília com destino a Nova York, onde participará de eventos da Organização das Nações Unidas (ONU).

Nesta sexta, ela assiste ao discurso do papa Francisco na ONU e participa da abertura da Conferência das Nações Unidas para a Agenda de Desenvolvimento Pós-2015.

Segunda-feira (28), ela discursa no debate geral da Assembleia-Geral das Nações Unidas. Conforme tradição, o Brasil abrirá os debates. Aproveitando a ocasião dos 70 anos da entidade, o discurso de Dilma deverá destacar a necessidade de reforma do Conselho de Segurança da ONU, de modo a enfrentar os desafios globais da atualidade, como imigração e refugiados.

Assim como ocorre sempre que Dilma deixa o território nacional, o vice-presidente da República, Michel Temer, que participa de eventos nos próximos dias em São Paulo, será o presidente da República em exercício.

A previsão de retorno da presidenta é na própria segunda-feira, após o discurso. Em solo brasileiro, ela dará continuidade às discussões sobre a reforma ministerial, que deverá cortar dez dos auais 39 ministérios.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia