Porto Velho (RO) domingo, 16 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Crise da China ainda não afeta economia do Brasil, dizem especialistas


Juliana Rangel - Agência O Globo RIO - A crise da bolsa chinesa, que afetou os mercados asiáticos e respinga nesta terça-feira no Brasil, ainda não deve ser encarada de forma preocupante, diz o economista-chefe do Banco Schahin, Silvio Campos Neto. Segundo ele, os problemas são referentes à regulamentação do mercado de ações do país, diante de medidas para restringir a tomada de empréstimos bancários para a compra de papéis e para evitar a negociação de ações de empresas fantasmas. - O mercado da China ainda é muito incipiente e há agora uma disposição para regulamentar tudo. Mas, por enquanto, essas medidas ainda não afetam a economia real. É só um susto diante de algumas impressões sobre o que pode vir a acontecer - diz. Segundo o especialista, se a crise se agravar, aí sim, poderá afetar outros emergentes. - Quando a China vai mal, isso tem repercussão em todo o mundo. Há o receio de redução de demanda por commodity e do consumo global, o que afeta todos os mercados. Para o superintendente de renda variável da Banif Corretora de Valores, Nami Neneas, a crise deverá ser sentida aqui apenas no curto prazo. Com o tempo, no entanto, diz, a restrição a investimentos estrangeiros na bolsa de Shangai poderá ser até mesmo benéfica para a Bovespa. - O mercado caiu lá e o investidor estrangeiro foi o primeiro que vendeu. Isso criou uma onda que agora está afetando o Brasil, mas não contagia a economia. Nossa inflação está sob controle, além de contarmos com reservas excepcionais. O investidor que saiu de lá pode agora estar olhando para o Brasil -avalia.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

A variante Delta do novo coronavírus é "altamente preocupante", à medida que a mutação tem se espalhado para quase 20 países nas Américas, disseram