Porto Velho (RO) sexta-feira, 19 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Brasil recebe 80% da cocaína boliviana, diz jornal


Agência O Globo LA PAZ - Quase 80% da droga produzida na Bolívia é enviada ao Brasil, segundo um relatório publicado neste domingo pelo jornal "La Razón", de La Paz, com fontes oficiais dos dois países. Segundo diplomatas brasileiros, o principal comprador da cocaína boliviana é uma facção criminosa dos presídios de São Paulo. As quadrilhas de traficantes importam da Bolívia o equivalente a US$ 200 milhões por ano, de cocaína e pasta base, e exportam depois à Europa com lucro aproximado de US$ 1 trilhão, disseram as fontes. O relatório explica que a Força Especial de Luta Contra o Narcotráfico (FELCN) da Polícia boliviana identificou cinco regiões de fronteira por onde a droga e as substâncias químicas usadas para purificá-la saem em direção ao Brasil. Todos ficam no departamento de Santa Cruz, na fronteira com Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. No final de maio, a FELCN descobriu na região um laboratório com capacidade para produzir 100 quilos de cocaína por dia, um dos maiores e mais modernos achados até agora no país. Na operação policial, foram presos seis colombianos e dois bolivianos. Segundo números da FELCN, até maio deste ano foram destruídos seis laboratórios destinados à fabricação de droga em Santa Cruz e mais de 650 pessoas foram presas por narcotráfico. De acordo com a informação fornecida recentemente à Efe pelo chefe da FELCN, coronel René Sanabria, todo mês a Bolívia exporta em média duas toneladas de cocaína e a Polícia confisca outra 1,3 tonelada. No primeiro trimestre de 2007, foram confiscadas quatro toneladas de cocaína. Como se calcula que isso seja 40% do total produzido, teriam saído da Bolívia de janeiro a março outras seis toneladas. O presidente boliviano, Evo Morales, iniciou uma grande campanha para descriminalizar o cultivo da folha de coca, matéria-prima usada na fabricação de cocaína. Com objetivo de defender os usos tradicionais, culturais e medicinais da planta, Morales pretende aumentar os cultivos legais de coca no país de 12.000 a 20.000 hectares. O projeto enfrenta a ferrenha oposição dos Estados Unidos que, por meio de seu embaixador em La Paz, Philip Goldberg, afirmou várias vezes que uma maior produção de coca na Bolívia gerará mais cocaína.

VOCÊ PODE GOSTAR

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe