Porto Velho (RO) sexta-feira, 28 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Bolívia: índios guaranis ameaçam fechar gasoduto


Agência O Globo LA PAZ - Índios guaranis da Bolívia ocuparam uma estação de controle do gasoduto de Transierra - um consórcio com participação da Petrobras, da hispano-argentina Repsol YPF e da francesa Totalfinaelf - e ameaçam fechar uma válvula de passagem. A informação foi confirmada pelo líder da Assembléia do Povo Guarani (APG), Wilson Changaray. O gasoduto, que serve para a exportação de gás boliviano ao Brasil desde 2004, pertence à Transierra. O protesto dos guaranis começou no sábado à tarde e afeta a estação de controle Tarenda do gasoduto Yacuiba-Río Grande, situado cerca de 1.050 quilômetros ao sudeste de La Paz. Changaray disse à agência EFE que cerca de 250 indígenas da área tomaram o lugar, onde o único funcionário continua trabalhando normalmente. A entrada foi pacífica, "as válvulas e os outros equipamentos não foram tocados", disse o líder da APG, uma organização que agrupa cerca de 100 mil habitantes indígenas de três departamentos (estados) do país. A APG reivindica da Transierra a entrega de US$ 9 milhões que teriam sido prometidos pela companhia para executar obras de desenvolvimento social na região. Changaray diz que a companhia descumpriu o compromisso. Os índios exigem o depósito imediato em uma conta da organização. Em um boletim oficial, a Transierra informou que a invasão da estação já foi comunicada às autoridades bolivianas e esclareceu que a compensação de US$ 9 milhões deverá ser desembolsada nos próximos 20 anos, conforme previsto desde o início do projeto. O dirigente indígena disse que o ministro de Desenvolvimento Rural, Agropecuária e Meio Ambiente, Hugo Salvatierra, prometeu ir à área na segunda-feira, para buscar uma solução. Se as autoridades e os executivos da Transierra não atenderem ao pedido, os guaranis ameaçam fechar a passagem do gás e também bloquear a estrada Yacuiba-Santa Cruz, que liga a Bolívia ao norte da Argentina. "Mesmo quando demonstramos predisposição ao diálogo e compromisso de cumprir o convênio, encontramos uma posição intransigente e unilateral do povo guarani", afirmou a Transierra em um comunicado.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

A variante Delta do novo coronavírus é "altamente preocupante", à medida que a mutação tem se espalhado para quase 20 países nas Américas, disseram