Porto Velho (RO) quinta-feira, 9 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Ataques de drone norte-americano no Afeganistão mata ao menos 17 talibãs



Da Agência Lusa

Pelo menos 17 talibãs foram mortos depois de um bombardeio de drone norte-americano no Leste do Afeganistão, disse hoje (5) o porta-voz da polícia regional Hazrat Husain Mashriqiwal.

O bombardeio ocorreu na província de Nangarhar, na tarde de segunda-feira (4), quando os rebeldes estavam reunidos para preparar um ataque contra as forças de segurança afegãs, afirmou o porta-voz da polícia regional.

“Os 17 insurgentes, incluindo o seu comandante, de nome Daud, morreram no bombardeio”, disse Mashriqiwal.

Este ataque ocorre depois que os talibãs pediram, no fim de semana, uma reunião no Catar com representantes do governo afegão, a saída das forças estrangeiras e a retirada dos seus líderes da lista de sanções da Organização das Nações Unidas (ONU) como condições prévias no quadro das negociações de paz.

A eleição em 2014 do novo presidente afegão, Ashraf Ghani, que se comprometeu a fazer das conversas de paz uma prioridade, aumentou as esperanças de diálogo.

Em abril, os talibãs lançaram a ofensiva da primavera no Afeganistão, intensificando os ataques contra alvos do governo e estrangeiros, com forte impacto nos civis e nas forças de segurança afegãs.

A missão de combate da Organização do Tratado do Atlântico Norte terminou formalmente em dezembro, tendo permanecido no Afeganistão uma força estrangeira com cerca de 12,5 mil homens para treinar e apoiar os membros das forças de segurança locais.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia