Porto Velho (RO) sexta-feira, 12 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Ahmadinejad defende saída de militares do Afeganistão


Renata Giraldi*
Agência Brasil

Brasília – Ao defender hoje (26) a retirada imediata de todas as tropas norte-americanas e estrangeiras do Afeganistão, o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, provocou um protesto silencioso da delegação dos Estados Unidos durante a conferência que discute a segurança e a reconstrução da região. As discussões ocorrem Dushanbe, capital do Tadjiquistão.

"A Otan [Organização do Tratado do Atlântico Norte] e os Estados Unidos devem mudar de política. Queremos que as tropas estrangeiras deixem o Afeganistão o mais rápido possível", disse Ahmadinejad. “A causa de todos os males no Afeganistão é a presença das forças da Otan no solo afegão, sobretudo, as [tropas] dos Estados Unidos.”

A delegação norte-americana é comandada pelo subsecretário de Estado, Robert Blake. O presidente afegão, Hamid Karzai, também estava no local, no momento em que Ahmadinejad defendeu a retirada das tropas estrangeiras. Os norte-americanos retornaram à sala depois que o presidente iraniano concluiu o discurso.

Desde 2001, há no Afeganistão tropas estrangeiras. A ocupação foi definida pela Otan devido aos ataques de 11 de setembro (de 2001). A previsão é que as tropas deixem a região até o final de 2014 embora os alemães (que também integram as tropas) não confirmem essa data. “Nós queremos que a comunidade internacional nos ajude a estabelecer a serenidade e a estabilidade”, disse o presidente afegão.

Reuniões nas quais delegações norte-americanas e iranianas estejam presentes são raras. Os Estados Unidos e o Irã romperam as relações diplomáticas em 1979, quando houve a Revolução Islâmica iraniana. As tensões entre os dois país são elevadas devido às controvérsias envolvendo o programa nuclear iraniano.

Os norte-americanos lideram uma campanha internacional que levanta suspeitas sobre a produção secreta de armas atômicas no Irã. A suspeita é negada pelas autoridades iranianas. Segundo os iranianos, o programa tem fins pacíficos.


*Com informações da emissora pública de rádio da França, RFI // Edição: Lílian Beraldo
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe