Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

WORKSHOP DISCUTE MÉTODOS DA PECUÁRIA DE CORTE


No período de 20 a 23 de novembro, 25 pesquisadores e técnicos da Embrapa e de instituições de ensino e pesquisa de várias partes do País discutirão as metodologias a serem utilizadas em estudos sistematizados sobre os impactos socioambientais e econômicos da bovinocultura de corte em algumas regiões brasileiras. O debate acontecerá durante o Workshop Caracterização e Espacialização dos Sistemas de Produção de Bovinos de Corte na Amazônia, Cerrado e Pantanal, realizado pela Embrapa Acre, Cerrados (Planaltina-DF) e Pantanal (Corumbá-MS), na sala de conferências do Inácio Palace Hotel, em Rio Branco, no horário das 8h30 às 17h00.

A bovinocultura de corte é a principal atividade de uso econômico da terra no Cerrado, na Amazônia e no Pantanal, ocupando, aproximadamente, dois terços da área utilizada na produção agropecuária. A grande demanda de terra para expansão dessa atividade tem produzido acentuadas perdas de vegetação e fauna nativas e fortes impactos sobre o solo, a água e a atmosfera. No entanto, pouco se sabe em que medida os efeitos dos diversos sistemas de produção afetam o ambiente.

A ação faz parte do projeto “Avaliação dos impactos ambientais, econômicos e sociais dos sistemas de produção de bovinos de corte no Cerrado, na Amazônia e no Pantanal - AVISAR”, coordenado pela Embrapa Cerrados, e que pretende, até 2011, quantificar os impactos ambientais, sociais e econômicos dos diferentes sistemas de produção de bovinos de corte nestes três biomas brasileiros e analisar como eles afetam as áreas que abrigam a atividade, visando subsidiar a elaboração de políticas públicas e programas para o setor, capazes de tornar a atividade mais sustentável e competitiva.

O objetivo do evento, conforme explica o pesquisador da Embrapa Acre Judson Valentim, é selecionar e avaliar áreas para o estudo, definir os sistemas de produção de bovinos de corte a serem utilizados, planejar as ações do projeto para 2008 e apresentar a metodologia agrodinâmica da bovinocultura de corte. Os resultados preliminares do Censo Agropecuário de 2007 (IBGE) relacionados à pecuária de corte na Amazônia, no Cerrado e no Pantanal servirão de parâmetros para uma melhor compreensão sobre onde e em que intensidade esta atividade ocorre nestes biomas; como se apresentam as relações comerciais no mercado da carne bovina; e as tendências, perspectivas e cenários futuros da bovinocultura de corte.

Como parte da programação, um Dia de Campo realizado nas Fazendas Guaxupé (Rodovia Transacreana, km 35) e Cipoal (BR 364 km 20, trecho Rio Branco/Porto Velho) vai mostrar sistemas de produção intensivos de pecuária de corte que incorporam tecnologias como consórcio de pastagens, uso de cerca elétrica e pastejo rotacionado. “Os membros do projeto vão conhecer um pouco da pecuária acreana, referência em pastagem consorciada (com cerca de 50% da área de pasto) e em inseminação de matrizes, com mais de 10% do total de matrizes de corte inseminadas anualmente”, afirma Valentim.

Além da Embrapa do Acre, Amazônia Oriental, Cerrados, Gado de Corte e Pantanal, unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, participam do projeto AVISAR as universidades de Brasília, Federal de Viçosa, Federal de Goiás, Estadual de Campinas, Texas A&M e Esalq/USP, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e as organizações não-governamentais Bioeste, Conservação Internacional, Oreades, TNC e WWF.

Mais informações:
Judson Ferreira Valentim [email protected]
Contato: (068) 3212-3266
Texto: Diva Gonçalves [email protected]

Gente de OpiniãoSegunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Ibama define nova prioridade para enfrentar perdas na biodiversidade e a crise climática

Ibama define nova prioridade para enfrentar perdas na biodiversidade e a crise climática

Neste ano em que completa 35 anos, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) comemora o impacto do trabalho

Megaoperação destrói infraestrutura criminosa na Terra Indígena Yanomami

Megaoperação destrói infraestrutura criminosa na Terra Indígena Yanomami

As Forças de Segurança do governo brasileiro estão em ação conjunta ao redor e dentro da Terra Indígena Yanomami para impedir atividades criminosas

Projeto do CIMCERO e TJ-RO amplia estrutura para beneficiar viveiros em Rondônia

Projeto do CIMCERO e TJ-RO amplia estrutura para beneficiar viveiros em Rondônia

A parceria entre o Consórcio Público Intermunicipal de Rondônia (CIMCERO) e o Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia tem incentivado junto as pre

Gente de Opinião Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)