Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Termômetros disparam com recorde de calor em Ji-Paraná, Cacoal e Porto Velho


  
Os termômetros registraram nesta segunda-feira o dia mais quente do ano na maior parte de Rondônia. Porto Velho bateu na estação do INMET e em Ariquemes, Ji-Paraná e Cacoal, a máxima atingiu 38°C. 

Daniel Panobianco – As temperaturas bateram recorde absoluto em Rondônia nesta segunda-feira. Nunca fez tanto calor por dias seguidos, com quebra de recordes quase que diariamente. Após um final de semana de tempo muito seco, com índices de umidade iguais aos de um deserto, desta vez os termômetros saltaram ao extremo. 

Em Ariquemes, a estação automática do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) registrou às 15 horas (local), máxima de 38°C. O recorde anterior era de 37,9°C registrado nos dias 20 e 23 de agosto.
Em Cacoal, outra estação automática do INMET registrou máxima de 38,0°C, também às 15 horas (local). A maior temperatura de 2008 era de 37,5°C observada nos dias 5 e 19 desse mês. 

Em Guajará-Mirim, o calor não foi o mais intenso do ano. Dados de METAR indicaram máxima de 35°C às 13 horas. O recorde anual é de 38°C registrado nos dias 16 e 22 de agosto. 

Na região de Ji-Paraná, a máxima chegou a 38,7°C às 15 horas (local) no Centro da cidade. O recorde anterior era de 38,5°C registrado no dia 20 de agosto. Termômetros de rua indicaram até 42°C de máxima.
Na capital, a estação automática do INMET, na Zona Sul registrou recorde do ano. Fez 37,1°C às 15 horas (local). A major temperatura até então era de 37°C registrada no dia 16 de agosto. Na estação da REDEMET (Rede de Meteorologia do Comando da Aeronáutica) no Aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira de Oliveira, a máxima chegou a 36°C, sendo que o recorde de 2008 é de 37°C observado no dia 23 de agosto. 

Em Vilhena, dados de METAR acusaram para máxima de 34°C, pela quarta vez no mês de agosto, sendo a maior temperatura de 2008.

Dados: INMET – REDEMET
Fonte: De olho no tempo

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat