Porto Velho (RO) quarta-feira, 1 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Tempo seco bate recorde em Rondônia; Cacoal tem 17% de umidade


 
A falta de umidade na atmosfera agrava os problemas de respiração, principalmente em crianças e idosos. Em Ji-Paraná e Machadinho d' Oeste também houve recorde de baixa umidade do ano nesta sexta-feira.

Daniel Panobianco – Os dados das estações meteorológicas espalhadas pelo Estado de Rondônia dão conta de que esta sexta-feira já é a mais seca do ano em diversos municípios.

Entre as 13 e 15 horas (local), as estações registraram os seguintes índices considerados como Estado de Alerta pela OMS (Organização Mundial de Saúde), em uma escala que vai de menos de 12% a 30%. Em Cacoal, a estação automática do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) registrou a menor umidade desde que a estação foi aberta em julho, apenas 17%. O recorde anterior era de 18% registrado no dia 11 desse mês. A máxima em Cacoal na mesma estação chegou a 37,2°C às 15 horas.

Em Ji-Paraná também houve recorde de tempo seco. O índice mínimo chegou a 18% no Centro da cidade e na estação do SIVAM (Sistema de Vigilância da Amazônia). O recorde pertencia ao dia 11 de agosto, com 19%. A temperatura máxima em Ji-Paraná chegou a 37,5°C.

Em Machadinho d' Oeste, nordeste do Estado, na estação da SEDAM (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental), a umidade mínima nesta sexta-feira é a menor do ano, com apenas 19%, também deixando o município em Estado de Alerta. A temperatura máxima na cidade chegou a 38°C, a mais alta do ano também.

Em Porto Velho, a estação do INMET, na Zona Sul, registrou apenas 23% de umidade. O recorde anual ainda é do dia 25 de julho, quando foi registrada umidade mínima de 21%. A temperatura máxima no INMET hoje chegou a 36,7°C, um décimo a menos do recorde do ano registrada no dia 3 desse mês.

Já na estação da REDEMET (Rede de Meteorologia do Comando da Aeronáutica), no Aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira de Oliveira, a umidade mínima chegou a 32% e a temperatura máxima a 36,5°C.

No centro-oeste do Estado, a estação do CTENERG (Fundo Setorial de Energia) em São Miguel do Guaporé apontou umidade mínima de apenas 24% e temperatura máxima de 36°C às 15 horas (local).

Em Guajará-Mirim, dados de METAR do aeroporto local reportaram umidade mínima de 37% e temperatura máxima de 36°C.

Já em Vilhena, dados de METAR do aeroporto Brigadeiro Camarão registraram umidade mínima de 28% às 15 horas. Esse valor só não é menor do registrado ontem que foi de 24% e do recorde anual de 21% registrado no dia 15 de julho. A temperatura máxima em Vilhena chegou a 33°C.

A baixa umidade relativa do ar foi observada em níveis críticos, assim estabelecidos pela OMS, quando o valor está abaixo de 30%, por oferecer riscos à saúde humana. Em Rondônia, os hospitais de várias cidades estão lotados e registraram nas duas últimas semanas, um aumento de mais de 60% no número de internações, com crianças e idosos com alguma dificuldade respiratória agravada pela seca intensa – que já dura mais de 100 dias no sudoeste do Estado – e pela baixa umidade relativa do ar aliada à fumaça das queimadas em áreas localizadas.

Segundo previsões do CPTEC/INPE (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos) do (Instituto Nacional de Pesquisas Especiais), a umidade deve continuar baixa em grande parte do Brasil até a segunda quinzena de setembro, onde são remotas as chances de chuva generalizada, inclusive em Rondônia.

Dados: INMET – REDEMET – SIVAM – CTENERG – CPTEC/INPE
Fonte: De olho no tempo

 

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre