Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Temperaturas podem despencar na próxima semana


 
As projeções de diversos modelos de previsão numérica sinalizam para uma nova incursão de ar frio na próxima semana sobre o Brasil. Esta onda polar teria energia suficiente para avançar sobre latitudes menores atingindo, portanto, parte dos Estados das Regiões Centro-Oeste e Norte configurando o terceiro fenômeno da friagem de 2008.

O primeiro pulso de ar frio atingiu o Mato Grosso do Sul, sul e oeste de Mato Grosso e sul de Rondônia no dia 07 de abril, com registro de uma temperatura mínima de 16,9°C na cidade de Vilhena, sul de Rondônia, considerada a cidade com o melhor clima da Região Norte. A segunda friagem ocorreu entre os dias 15 e 17, com mínima de 16,5°C, também em Vilhena no dia 16.

A climatologia antiga, que usa uma base de dados de 30 anos utilizada em todos os centros de previsão e institutos de pesquisas do País enfoca que na Amazônia ocorrem de 3 a 5 friagens por ano. Mas essa climatologia está ultrapassada. Em média são 10 friagens por ano entre Rondônia, Acre, sul e sudoeste do Amazonas, oeste e norte de Mato Grosso e raramente o sul do Pará.

Desde o ano 2000, o número de incursões frias na Amazônia está acima de 10 friagens ao ano, com destaque para o ano de 2000 que registrou 15 friagens e a menor temperatura dos últimos 8 anos para o mês de abril, com 11°C em Vilhena.
Já no mês de maio, a menor temperatura também pertence à Vilhena, com mínima observada no aeroporto Brigadeiro Camarão no dia 10 do ano passado, de apenas 09,5°C, segundo dados do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia).

Como ainda estamos sob influência do fenômeno La Niña, as penetrações frias tornam-se mais freqüentes e por vezes intensas, podendo quebrar recordes de frio na região amazônica.
De todos os registros de recorde de frio em Rondônia, os anos com ápice de frio foram justamente aqueles onde a La Nina esteve ativa.

Alguns modelos projetam uma frente-fria chegando ao Estado de Rondônia entre quarta (30/04) e quinta (01/05), com declínio acentuado de temperatura a partir do sul e oeste do Estado.

A cogitação de possíveis mínimas nesse momento é muito arriscada, mas com base nas friagens parecidas dos últimos anos, uma mínima de 13°C ou 14°C no sul rondoniense não seria nenhuma novidade.
As temperaturas também podem cair no Estado do Acre e no sul do Amazonas, segundo dados iniciais de previsão dos institutos e modelos numéricos.

Fonte: Daniel Panobianco com Dados: CPTEC/INPE – INMET – Weather Channel – Weather Underground – Accu Weather – Wyoming

 

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir