Porto Velho (RO) domingo, 15 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Sistema Fecomércio participa do Lançamento do Amazônia + 21


Sistema Fecomércio participa do Lançamento do Amazônia + 21 - Gente de Opinião

O Presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE e Vice-Presidente da CNC, Raniery Araujo Coelho esteve no Lançamento do Fórum Amazônia + 21, ocorrido na manhã desta terça-feira (10) no Memorial Marechal Rondon. O evento organizado pela Prefeitura de Porto Velho, através da Agência de Desenvolvimento, tem como objetivo principal promover o diálogo entre governos, setor produtivo, sociedade civil, cientistas, pesquisadores e empreendedores sobre modelos sustentáveis para a região amazônica.

Raniery Coelho parabenizou a iniciativa da prefeitura e destacou a importância do evento. “Parabéns ao Prefeito Hildon Chaves, a Agência de Desenvolvimento e a todos envolvidos neste projeto. Sem dúvida, sediar um Fórum mundial que trata do desenvolvimento sustentável da nossa Amazônia é muito importante para nossa capital. É fundamental envolver toda sociedade para debater o assunto, especialmente em um momento que precisamos trabalhar a conscientização para a preservação e agregar a possibilidade de negócios inovadores e sustentáveis com a rica biodiversidade que temos na região Amazônica”, afirmou.  Para Raniery, a iniciativa, cujo planejamento é muito anterior as questões recentemente levantadas com o aumento dos focos de incêndio, “é uma clara demonstração de que existe crescente preocupação da parte do Executivo Municipal com a preservação e com a educação para se trilhar novos caminhos do desenvolvimento sustentável em Porto Velho”.

O dirigente empresarial lembrou também que o governo de Rondônia, que, na década de 80, elaborou o primeiro zoneamento econômico-ecológico da América do Sul, tem feito seu dever de casa, com a 3ª aproximação do zoneamento, e, por isto mesmo, preserva mais de 40% de sua área territorial. Para ele, “Existe muita desinformação sobre as ações que são feitas de preservação e, numa estiagem como a que enfrentamos agora, é natural que aumentem os focos de incêndio, o que não representa, como muitos desejam fazer crer, aumento do desmatamento. Não se pode é querer que não haja um aproveitamento das áreas já desmatadas, embora as queimadas não devam, de modo algum, ser toleradas”. O fato é que a conscientização, em Rondônia, sobre a necessidade de preservação é muito maior do que na grande maioria dos estados e uma parte significativa da fumaça existente não pode ser creditada ao nosso Estado. Até mesmo os maiores estudiosos da questão sabem que o que acontece no Mato Grosso e na Bolívia acabam influenciando muito nas condições climáticas de Rondônia.

O Fórum Amazônia +21 está programado para acontecer em maio de 2020, mas já é possível acessar mais informações sobre o evento no site amazonia21.org.

Mais Sobre Meio Ambiente

Pesquisadores descobrem complexo arqueológico na Amazônia Central

Pesquisadores descobrem complexo arqueológico na Amazônia Central

As crônicas de Gaspar de Carvajal, padre espanhol que navegou pelo rio Amazonas no século 16, descrevem uma área repleta de aldeias indígenas. ”Enco

Não faz o dever de casa - Enquanto Macron luta pela Amazônia, políticas ambientais da França desapontam

Não faz o dever de casa - Enquanto Macron luta pela Amazônia, políticas ambientais da França desapontam

O presidente francês, Emmanuel Macron, recebeu elogios por colocar os incêndios florestais na Amazônia no topo da agenda global, mas em casa os defens

Mais de 50 técnicos do Estado participam de curso de Geotecnologias e Ferramentas de Gestão do Território do projeto Plantar

Mais de 50 técnicos do Estado participam de curso de Geotecnologias e Ferramentas de Gestão do Território do projeto Plantar

Foi concluído nesta sexta-feira, em Porto Velho, o curso de Geotecnologias e Ferramentas de Gestão do Território, voltado a técnicos da Empresa de Ass

Juizado Especial de Ji-Paraná assegura a doação de 6 mil mudas para arborização urbana

Juizado Especial de Ji-Paraná assegura a doação de 6 mil mudas para arborização urbana

Uma parceria firmada entre o Juizado Especial de Ji-Paraná e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia) tem transformado o paisagismo urbano n