Porto Velho (RO) segunda-feira, 24 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Seca isola municípios do interior do Amazonas



Joyce Karoline/Portal Amazônia - portalamazonia@redeamazonica.com.br

MANAUS – Após o registro da maior cheia registrada na Amazônia em 2009, quando o rio Negro atingiu a marca de 29,77 centímetros, este ano, cinco municípios do Amazonas sofrem com a seca na Calha do Juruá. Nesta quinta-feira ( 2 ), o município de Envira ( a 1. 218 quilômetros de Manaus ) decretou situação de emergência por conta da estiagem.

De acordo com informações do vice-presidente da Associação Amazonense de Municípios, João Medeiros Campelo, os municípios de Eirunepé, Envira, Ipixuna, Guajará e Itamarati estão isolados. A estimativa é que aproximadamente 80 mil pessoas estejam prejudicados.

A cidade de Envira decretou situação de emergência. De acordo com o prefeito Rômulo Barbosa Matos, o município enfrenta problemas com abastecimento. " Famílias sofrem com a falta de combustíveis, alimentos e principalmente medicamentos. Os barcos não chegam ao município. Enviamos à Defesa Civil oficio relatando a situação", esclareceu.

“A seca no rio Juruá está elevada, principalmente neste mês de setembro que as chuvas param, as queimadas estão constantes. A cidade de Itamarati está a apenas 60 centímetros da seca registrada em 2005, disse o prefeito de Itamarati, João Campelo.

João Campelo alertou ainda para uma futura crise no setor de produção rural. Segundo ele, os agricultores enfrentam prejuízos nas plantações de melancia, mandioca e frutas.

Prejuízos

O prefeito de Canutama ( a 555 quilômetros de Manaus ), João Ocivaldo Batista Amorim, explicou que o município ainda não foi atingido, mas está em alerta. Segundo ele, no dia 25 de agosto o Barco Comandante Maia II, não conseguiu sair de Lábrea e encalhou. Em Canutama ainda não tivemos prejuízos. Acredito que os municípios poderão ser afetados com aumento de preços nos produtos", falou .

Em nota nesta quinta-feira, o Subcomando de Ações de Defesa Civil (Subcomadec) informou que há 15 dias emitiu alerta sobre a estiagem nas calhas dos rios do Amazonas. De acordo com o Centro de Monitoramento Ambiental da Defesa Civil do Estado, 27 municípios do interior podem ser atingidos.

No alerta, o Subcomadec também solicitou o levantamento da quantidade de famílias e comunidades atingidas pela vazante. De todos os municípios, apenas dois informaram como está a ocorrência do fenômeno.

Entre as ações programadas em caso de Situação de Emergência, está o envolvimento de órgãos estaduais, federais e instituições parceiras, que serão chamados a dar apoio aos moradores das localidades afetadas.

A região de Iquitos, no Peru, já enfrenta a maior seca dos últimos 40 anos. O rio Amazonas no local já está a mais de 50 centímetros abaixo da cheia de 2005, que causou grandes impactos ambientais, como a mortandade de peixes e o isolamento de dezenas de municípios

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat